sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

PLANO DE VOO

Foi só mais um acidente dentro dos inúmeros já ocorridos.  Só que a imprensa movida à sangue insiste em dramatizar ao máximo e explorar ilimitadamente o fato.  Tudo bem, até certo ponto é louvável porque nos informa da precariedade regional de algumas companhias pequenas, embora até as grandes também devam esconder alguns podres que, como sempre, acabam por serem descobertos da pior maneira e com os maiores custos.

Pane seca.  Essa é a provável e, por enquanto, a única explicação.  Tudo leva a crer que o piloto deliberadamente jogou roleta russa com todos à bordo, inclusive ele próprio.

O importante era cortar custos.   Até agora o que se apurou, foi de que o pessoal da companhia insistiu num plano de voo quase suicida !   Não havia margem de segurança, não havia espaço para margem de manobras, tudo foi feito "nas coxas"  como se costuma dizer.

Mas como todo acidente aéreo tem uma sequência de erros cometidos, esse também não foi diferente.
Por estarem acostumados a fazer exatamente isso durante algum tempo e nunca ter ocorrido qualquer problema, continuavam insistindo.  Pra que gastar mais, não é mesmo?

Depois as autoridades, sabe-se lá por qual motivo, permitiram sequenciar o ato mesmo com um plano de voo absurdo.

Todos nós já confiamos em cálculos e acabamos por ter que reconhecer o erro.  Eu mesmo já fiquei muitas vezes sem combustível.  Outros não, mas já devem ter ficado sem saldo, ou sem dinheiro para alguma eventualidade, enfim, é da natureza humana essas, digamos, distrações propositais, ou erros de cálculos.  Só que, ficar sem combustível num carro, não vira uma tragédia, já em pleno voo.

Agora dá pra entender os minutos de sufoco por que passou o piloto antes de morrer e levar com ele mais 70 pessoas.  Ele não podia pedir emergência porque isso seria notificado e todos saberiam que tinha combustível restrito o que geraria, com toda certeza, uma multa milionária e desmontaria a empresa.  Ele então tentou enrolar.  Não imaginava que poderia haver esse congestionamento na hora do pouco com mais aeronaves disputando a vaga.  Para ele, seria como das outras vezes, simplesmente pousar, abastecer o mínimo suficiente e continuar a vida.   Só que não!

Desta vez...não!

Naqueles instantes suando frio e tentando manter a calma e a lucides olhando os instrumentos piscando amarelo enquanto não podia confessar a real situação para a torre, deve ter dado uma ligeira visão do inferno que já começava a lhe abrir as portas.
Pelo visto, pensou mais nas consequências econômicas do que nas vidas de todos que transportava...ao menos por alguns minutos preciosos.  Quando resolveu ouvir o anjo, já não havia mais tempo...

Os motores engasgam, os instrumentos se apagam, as luzes cessam, e a luz vermelha do marcador de combustível  é a única acesa enquanto a frente da aeronave embica no vazio escuro...

Sua última palavra...

...Jesus...!

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

CAMPO MINADO

Já dizia o ditado..."em casa que falta pão, todos brigam e ninguém tem razão"...!    Continuamos caminhando para a escassez desse pão, simbolizado pelo entendimento, já que parece que todos se unem contra todos.  O Brasil parece ter se tornado um agrupamento de tribos diversas que se digladiam entre si.

O PT deixou um terreno podre e estéril durante sua passagem, dividiu o país no tal "nós contra eles", transformou em demônios e inimigos quem não compactuava com suas idéias, mas também deixou um solo fértil  para se desenvolverem as sementes dos desacordos e conflitos.

Vejo agora que o MPF está em conflito declarado com o Congresso por conta da aprovação da lei que inclui os juristas como potencialmente imputáveis.  Ainda há um longo caminho que segue pelo Senado e depois para a Presidência, chegando finalmente ao STF.

É o caminho democrático, no entanto, dizem que, se for aprovada essa lei, irão abandonar seus postos.
A operação Lava Jato corre o risco de simplesmente ser abandonada?   Parece birra daqueles moleques chorões e mimados.   Talvez o povo esteja mimando demais a tal Lava Jato.  Essa operação é necessária sim, sou completamente a favor dela e um entusiasta, só que, existem mesmo limites que começam a ser desrespeitados.   Existem exageros sendo cometidos e uma lei para conter esses exageros é perfeitamente aceitável.  Os integrantes que alimentam a máquina dessa operação, parece que se sentem com poderes absolutos devido ao apoio quase maciço da população.

Sim...queremos ver os corruptos e corruptores todos pagando por seus crimes independente de siglas partidárias.  Mas não ao preço de se verem desrespeitadas as leis.

Enquanto essas brigas pelo poder em todas as esferas continuam, enquanto apenas os interesses particulares, sejam eles de autopreservação ou busca por mais poder continuarem nos bastidores, enquanto pequenos grupos ou grandes massas servirem unicamente como argumento de manobra, nossa economia vai definhando, nossa produtividade vai caindo, e a criminalidade só aumentando.

Temos que aprender a conter os ânimos e procurar saber a que interesses, e a quem estamos servindo quando protestamos. ou reivindicamos melhorias.

Do contrário, só teremos pioras em todos os quadros, o recrudescimento dos conflitos e consequentemente um país dissolvido.






segunda-feira, 28 de novembro de 2016

É Brasil ou Pobril ?

E o velho lobo-do-mar, de posse do timão, não sabe o que fazer com ele.  Estamos mesmo caminhando para um colapso generalizado.  A maior prova desse fato, foi em pleno domingo na hora do almoço, assistir os três presidentes;  do Senado, da  Câmara dos Deputados e da Presidência da República, tentando se explicarem.   Todas as vezes em que alguma explicação se fez necessária, ela não foi feita.  Esperaram sempre o caldo engrossar para, só assim, correrem à tentar apagar os incêndios.  

Esse governo, me parece ser  o  único com poderes reais de tentar mudar as coisas e fazer as reformas necessárias na economia, na previdência, na política, mas fica pra lá e pra cá ao sabor das infindáveis vaciladas e perdendo um preciosíssimo tempo.

Deixam as pequenas bobagens se transformarem em verdadeiras tsunamis.  Houvessem tomado atitudes rápidas, não teriam que correr a apagar o fogaréu....e pior... com gasolina!!!!

A economia continua se deteriorando, a confiança se esvai a cada dia.  Protestos começam a pipocar e inclusive com algumas uniões até anteriormente impensáveis.   Triste ver o que o socialismo faz...como pode destruir completamente a mais sólida economia de um país.  Nosso irmãos venezuelanos estão a beira do desespero nutricional.   Fogem para conseguir comida.  Começam a seguir o exemplo daqueles que fogem das guerras no oriente, embarcando em frágeis canoas tentando alcançar países onde há comida.

Governos socialistas gostam tanto de pobres que insistem em transformar as populações onde governam em miseráveis.  Em dependentes de suas políticas populistas e enganosas.

Após tantos anos de vacas gordas, onde perdemos um tempo precioso frente ao mundo que enfrentava uma crise sem precedentes, cá estamos vendo que praticamente todos venceram, ou estão vencendo suas crises, enquanto que nós, orgulhosamente continuamos mergulhando cada vez mais na nossa.

A Venezuela não sofreu embargos  "dozamericanus", e mesmo flutuando sobre um oceano de petróleo, conseguiu a proeza de se colocar nessa posição.

Nós ainda temos um parque industrial forte, mas até quando?   Industrias precisam de operários, precisam de pessoas para transportar a produção, o comércio precisa de vendedores, precisam de administradores, enfim... a roda precisa voltar a girar antes  que enferruje de vez.

As reformas extremamente necessárias precisam ser feitas imediatamente porque são o lubrificante dessa imensa máquina prestes a emperrar pela ferrugem.

Que venham logo as reformas políticas, reformas na previdência, na administração como um todo, antes que tenhamos que derrubar tudo e começar de novo.





segunda-feira, 21 de novembro de 2016

DICAS DE FELICIDADE

Eis a felicidade mais feliz.   Acorde pela manhã com um belo sorriso e não ouça outra coisa que não suas canções ao ir se lavar.  Cante, cante, até afinar as cordas e continue sorrindo.  Não ouça o rádio, para não ficar sabendo de nada que lhe tire a alegria e a felicidade.  Só fale com amigos que estejam focados em festas, moda, praia, baladas, enfim.  No trabalho, continue sua vida feliz trabalhando e cantando. Uma sugestão é aquela antiga "Soy latino americano e nunca me engano" ... do Zé Rodrix.

Não leia o jornal, não assista o jornal, não olhe sequer para uma banca de revista caso esteja na rua.  Ignore aqueles seres amaldiçoados deitados nas calçadas, apenas  com o intuito de lhe estragar a felicidade.

Continue cantando,  Passe por aqueles remelentos esfomeados, sambando com os olhos meio fechados ao compasso do Zeca Pagodinho no "Deixa a vida me levar, vida leva eu..."

Jamais olhe qualquer fila, pois podem ser de desempregados e esses são os piores.  Sempre com aqueles semblantes de desespero... esqueça eles e continue cantando e sendo feliz.

Não importam as noticias, procure saber apenas das boas noticias porque as ruins, são sempre mentiras inventadas pra lhe tirar a bendita felicidade e você, agora, é uma pessoa feliz.

Deixe a mídia com as tragédias mentirosas dela de que há corrupção nos meios políticos, afinal de contas, os nossos nobres estão enfáticamente negando...então, melhor acreditar neles, do que nesses vendedores de tristezas.

Se imagine a única pessoa no mundo, não pense na miséria, pense nas novas receitas apetitosas que pode preparar em casa.  Esqueça dos conflitos humanos, eles provavelmente nem existem, tudo invenção pra lhe roubar o humor.   Conte algumas piadas, aprenda outras, se ver um assalto, corra lá e abrace o assaltante e depois a vítima, diga-lhes para ter fé que a vida é bela.  Aproveite e conte-lhes uma piada para relaxarem .

Pense sempre que o copo esta, e estará, sempre completamente cheio, nunca meio cheio ou meio vazio.

Você é feliz e foda-se o resto.

Aproveite, porque o único efeito colateral é a imbecilidade e a alienação!

...o resto é só felicidade...


sexta-feira, 11 de novembro de 2016

ENTRE O PASSAPORTE OU O FUZIL

Quando penso que nada mais pode me surpreender, observo que a vida sempre pode sim, nos reservar desagradáveis surpresas a cada esquina.  Existem sim, fatos bonitos, histórias bonitas, mas enfim, o que sempre nos dá aquele choque desagradável, é o que supera todos os outros.

Alguns dias após ser surpreendido com a vitória daquele panaca americano e, após o susto, apenas lamentar a escolha que, acho eu, seria a pior, mas isso é com eles,  tomo conhecimento que meu advogado, através de uma procuração, surrupiou o valor em litígio que havia sido bloqueado em conta e que já havia sido liberado.  Agora é percorrer outra via crucis para recuperar os valores.  Desanimado, cansado, já nem encontro mais ânimo para nada.  As noticias se sucedem como vermes procriando.  Cada vez mais corrupção, ladroagem, desvios, inoperâncias, incompetências, crimes , impunidades,  Ah !

É certo que tem coisa boa, como o alento de ontem o Brasil vencer a Argentina no Mineirão, mas como eu disse, são homeopatias para tratamentos agudos e atualmente crônicos.

Hoje então, percorrendo os noticiários, encontro Lula discursando e CULPANDO o governo atual, de ser o responsável por quase 12 milhões de desempregados.  Para ser bonsinho com esse senhor, posso até aceitar que Temer seja responsável pela metade, ou algo em torno de 6 milhões de desempregados, afinal de contas, também fazia parte do governo anterior.

Lula está ficando louco.  Está decididamente com aquela mesma síndrome que acometeu Hitler quando Berlim estava praticamente tomada.  Perdeu a noção de realidade.  Ou deve estar exagerando na bebida.

Acho que até para ele as notícias também estão sendo bastante desagradáveis.  Como a última da Oldebrecht que, em delação premiada, disse que Lula recebeu dinheiro em espécie e não só em serviços de melhorias ou palestras como tem sido até agora divulgado.

Qualquer servidor público no trato com empresas deve, por obrigação moral e ética, recusar presentes caros ou agrados quaisquer que sejam.  Um parente meu que era comprador de uma Multinacional vivia recusando carros, e outros presentes desse nível, só aceitava, e com muita insistência dos fornecedores, badulaques baratos, lembrancinhas digamos assim.  Talvez tivesse até hoje em dia uma revendedora de carros, mas optou por não só SER HONESTO, mas também PARECER!!!!

Como então alguém pode aceitar presentes que custam milhões assim?  E com empresas que está provado que incorreram em crimes?   Que pagaram subornos... que desviaram recursos,sonegaram enfim.... que estão confessando e entregando seus parceiros.   Inclusive aquele que se diz a alma mais honesta que existe.

Os petistas e militâncias junto com simpatizantes, todos óbviamente com algum interesse no meio, defendem esse cara.  Dizem que não há provas dos crimes.  Enfim,  Lula foi esperto o bastante para não emitir nenhum recibo ou declaração sobre esses montantes em dinheiro ou serviços prestados.
Foi tudo agrado, tudo dentro da lei,   Isso já é um esgoto aberto tão pútrido e tão asquerosamente nojento que mal dá para ler todas as matérias.  O asco vence.

E a situação continua de mal a pior.  Era previsível, porém, os movimentos que também tem interesses particulares em defender Lula e atacar Temer, continuam com suas pilantragens se utilizando até de crianças para isso.... !

Já passou da hora dessa Operação Lava a Jato mostrar tudo de uma vez.  Acabar com todos esses segredos que ainda se acumulam e demonstrar claramente o papel de cada um com provas robustas, concretas, para que o país possa seguir com, ou sem novos nomes na política.

A situação já está há muito tempo insustentável.  Os índices apenas comprovam...

...é só ver o noticiário.



sábado, 29 de outubro de 2016

AOS QUE NÃO ME REPRESENTAM

Qual o significado do voto?  Pelo que eu sei, é instrumento pelo qual, um povo escolhe um cidadão que irá representá-lo e defender seus interesses dentro de uma democracia.  Uma democracia, por sua vez, impõe que esse representante escolhido por maioria, aja de acordo com regras estabelecidas e que ninguém parece se interessar muito por elas após o pleito.  Dessa forma é que surgem os populistas, os vigaristas de plantão.  
Faz muito tempo que optei pelo "não voto", simplesmente por não confiar em nenhum desses que se apresentam.   E vejo que tinha toda a razão.  Já fui muito criticado por isso com pessoas me dizendo que eu não estou exercendo minha cidadania, minha escolha, que estou ajudando o outro, enfim, uma apelação que nunca me convenceu.
Primeiro;  não estamos em uma democracia plena, até pelo fato de o voto ser ainda obrigatório, mesmo que alguns insistam que não é.  Mas é!!!!
Segundo;  não confio nesse sistema político, muito menos no sistema eleitoral com urnas eletrônicas.
Terceiro;  mesmo que escolhesse alguém sério, seria como jogar uma maçã saudável num cesto infestado de podridão.

Mas tudo isso é coisa minha, já antiga, já cansativamente discutida em diversas rodas, em vários ambientes reais e virtuais.

Na política não existem santos, é verdade, mas também não precisavam existir só bandidos.

Se metade ou menos do que pagamos em impostos nesse país, fosse realmente utilizado de forma correta, estaríamos, com certeza, dentro do rol dos países de primeiro mundo.  Teríamos saúde, educação, e segurança públicas para dar inveja até às raças alienígenas mais evoluídas.

Mas os recursos que destinamos as máquinas administrativas se esgotam em mau gerenciamento, corrupção, e desvios infinitos, sobrando apenas um resto quase insignificante e isso todo mundo sabe, todo mundo vê, todo mundo lê, ...dá praticamente até para se tocar, cheirar e sentir o gosto.
Então,por que as coisas continuam assim???   Porque o povo ainda teima em aceitar, em acreditar, em se iludir.

Faz tempo que discuto com militantes de várias ideologias.  Para uns eu sou de um lado, para outros de outro lado, enfim, já me acostumei.  Mas busco ser justo e coerente e assim, fico tranquilo com minha consciência.

Também faz tempo que os petistas insistem que o atual governo e antiga oposição, são praticamente intocáveis na divulgação de seus crimes.  Corrupção sempre teve, é verdade, embora o último governo tenha se lambuzado nela com muito mais intensidade que quaisquer outro, nunca deixou de haver nos governos de turno.

Mas agora ficou evidente que os petistas tinham mesmo razão quando assim argumentavam.  Já confessaram praticamente que são criminosos, isso é fato.  Até porque em seus argumentos sempre apontam para os oponentes.  Só que, como eles sempre dizem, a mídia não divulga, não quer enxergar,  se opõe a divulgar, enfim, uma verdadeira censura é feita em cima de qualquer assunto sobre o psdb.

Alguns irão dizer que, se tudo for exposto como deve ser, não haveria mais políticos no Brasil, que ficaríamos sem governo, que a crise aumentaria, etc...  será?

Então eu terei que ter um bandido de estimação?  terei que defender cegamente um excelentíssimo filho da puta  enquanto ele faz a mim, meus filhos, meus amigos, meus irmãos em nacionalidade de joguete????   Vai crise, vem crise, volta crise, são décadas de sufôcos  que nunca terminam.

Não estamos em nenhuma guerra atualmente, não temos terremotos, maremotos, vulcões, furacões, e toda aquela sorte de problemas pelos quais muitos povos tem que conviver.  Nosso problema é ,e sempre foi, apenas nós mesmos... os mansos, os otários, aqueles que aceitam tudo mansamente de bunda pra cima esperando chover caralhos cada vez mais grossos.  Depois ainda ficamos discutindo em quais cus entraram os melhores ou piores, enfim...

"...orgulho de ser brasileiro"   ..."sou brasileiro e não desisto nunca"...  e outras merdas que colocam nas cabeças ocas, e crédulas mentes obtusas.  

Não... não há solução para uma nação (se é que algum dia foi), enquanto seus cidadãos (se é que algum dia foram), continuarem a aceitar passivamente tanta putaria ornamentada com respeitáveis títulos e adjetivos faraônicos.  E ainda pagando monstruosamente caro por isso.

A imprensa e a mídia agora escondem fatos importantíssimos em vista de evitar o tal "dano maior"... e conta com a cumplicidade e o silêncio covarde e respeitoso, daqueles que não querem aceitar que essa é a forma mais formidável de mostrar ao mundo que somos, não só vira-latas, mas também os da pior espécie.

Eu sinto nojo em ver a todo instante, discussões ao invés de debates, propostas ao invés de gozações numa briga insana para ver quem se fodeu mais.

Me dá asco o politicamente correto alimentando a hipocrisia absoluta.  A entrega total da cumplicidade criminosa.  Criminosa no sentido capital mesmo, pois perdemos nos campos de batalhas dentro de nosso próprio território, vitimas da violência, mais do que países em conflito declarado.

Mesmo as nações que sofrem com suas guerras ainda alimentam esperanças e normalmente seus sonhos se concretizam após os conflitos, já aqui não...enterramos nossos mortos das ruas, do trânsito, das doenças evitáveis e continuamos seguindo até que nós mesmos recebamos um número para fazermos parte de alguma estatística somente  para gerar discussões e não alcançarmos nenhum resultado concreto.

...e tudo isso com raça...com gana,  sem grana...até que a próxima tempestade de caralhos despeje por sobre nós e naqueles que se satisfazem em ficar de quatro esticando ao máximo seu próprio órgão excretor.

...com muito orgulho e ...sem nunca desistir!!!







quarta-feira, 26 de outubro de 2016

SE NINGUÉM GANHA, TODOS PERDEM.

A maior discussão do momento é a tal PEC 241.  Uma Proposta de Emenda Constitucional que já passou por duas votações na Câmara dos Deputados e agora segue para mais duas apreciações no Senado.  Tudo seguindo os trâmites legais.

O debate segue paralelo à grandes confusões e enormes tentativas de obstrução.  A oposição, embora não apresente quaisquer outras alternativas viáveis para tentarmos sair desse atoleiro financeiro, se contenta apenas em criticar, e tentar impedir por todos os meios a sua aprovação final.

Da parte do governo, existe o pecado maior de não instruir devidamente a população sobre o real significado da proposta, deixando margem para que possam sugerir e imaginar aspectos terríveis da sua aplicação.

A maior e mais alardeada é sobre a Saúde Pública.  Em seguida vem a Educação.

Ora, uma proposta, depois de aplicada, pode muito bem ser modificada caso haja necessidade.  Pode ser alterada, adaptada, enfim, moldada à realidade ou necessidade do momento.  Eu até entendo sobre alguns argumentos contra como o do próprio governo não seguir cortando despesas mais absurdas, mas temos que ter um começo não é???

É muito difícil resumir a proposta, mas dá pra se perceber que é uma tentativa de alcançar um equilíbrio nas contas públicas de forma a mostrar seriedade na administração.

No entanto, jovens que ainda não tem sequer noção do que seja, estão invadindo e ocupando escolas protestando contra essa medida.  Um absurdo, já que o espaço é público.  Por que não saem às ruas manifestando como todos fazem?  Por que querem impedir outros de continuar a estudar?  A resposta é simples.  Estão sendo "manipulados" e usados como "massa-de-manobra", por esquerdistas covardes.  Estão sendo esquecidos e abandonados pelos pais também covardes e ignorantes que não conversam ou debatem com seus filhos sobre essas ou outras questões, deixando os mesmos sujeitos às vontades de militâncias que só querem perpetuar a crise.

O atual governo, não tem minha simpatia, porém, é preciso fazer alguma coisa.  Não dá para ficarmos mantendo os rumos da forma como vínhamos fazendo, isso é óbvio.  Então, os que são contra, que apresentem alguma proposta melhor para sairmos desse atoleiro em que eles mesmos nos meteram.

Alguém duvida de que nossa Saúde Pública e Ensino Público estão uma merda????

O fato é que, se a proposta visa fazer o governo gastar só o que arrecada no ano anterior, acrescido da inflação, acho muito justo.  A alternativa sempre foi vender títulos da dívida pública que já beira cifras impagáveis.   Com a taxa de juros que temos então, não há outra saída !

Outra solução seria apelar ao FMI o que bem poderíamos imaginar a gritaria que haveria da atual oposição.  Mas, pensando bem, seria interessante trocar nossa dívida pública com juros absurdos praticados por nosso próprio mercado, pela de fora com juros menores.

E ainda nem chegamos à discussão sobre a Previdência.   Essa vai ser mais difícil, porém, todos sabem, até mesmo a oposição que, não há mais como adiar.

O PT saiu do poder sim.  Mas a situação catastrófica em que deixou a economia e a forma como teima em engessar qualquer movimento no sentido de, ao menos tentar, alguma mudança de rumo, me lembra quando foi contra tudo aquilo que foi construído e que o ajudou a governar durante os 13 anos em que praticamente surfou nas benesses que tanto criticou e sempre sabotou.

Esse governo atual, não é um governo comum, é um governo de "transição", portanto, com perspectivas e expectativas diferenciadas.  Temos pouquíssimo tempo para corrigir o desastre.

O mercado ainda não reagiu, justamente pela falta de confiança.

Só espero que essa PEC possa ser logo aprovada para fazer essa confiança voltar e junto com ela, os investimentos e contratações que demandam da reativação econômica.

Ou então, estaremos no mesmo caminho da Venezuela, cujo "proprietário", hoje mesmo, demonstrou vontade de dissolver o Poder Legislativo do país.  Estão prestes a entrar em guerra civil...!