Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2012

VERÁS QUE UM FILHO TEU ESQUECE A LUTA

Imagem
Impressionante a batalha, muitas vezes suja, que se desenrola na rede nesses últimos tempos. Não há um só dia, uma só hora, em que não se proliferem fatos, boatos, insinuações, ou acusações para todos os lados.

Nunca fui a favor de CPI's, jamais achei que trariam algum benefício ao Estado, pelo contrário, só despesas absurdas sem se chegar aos fatos propriamente ditos, e se chegarem, nada acontece. Mas uma nova CPI foi criada, exatamente por aqueles que estão envolvidos direta ou indiretamente. Uma palhaçada como "nunca antes na história desse país".

Só que agora é diferente. Acabaram por me demonstrar que eu tinha razão quando postei aqui num texto anterior, que se Cristo estivesse hoje na terra e tentasse argumentar com a multidão para que aquele que não tivesse pecado que arremessasse a primeira pedra, com certeza a pobre adúltera estaria já sepultada sobre um escombro de rochas.
A hipocrisia impera, governa, se opõe ao governo, transforma o dito pelo não dito, o cri…

PARA SE CONQUISTAR UM ÓVULO

Eu ainda me lembro de quando os portões da escola se abriam, ainda me lembro daquela enxurrada de alunos se precipitando adentro. Parecia, eu me lembro, uma carga de cavalaria. Nunca fui de multidões, não pelo fato de não gostar, mas por uma questão de princípio, achava aquilo um despropósito, e isso, desde pequeno.
Esse comportamento de manada que ainda posso presenciar hoje em dia facilmente em qualquer lugar, seja num supermercado com grandes ofertas, seja no transporte urbano, ou qualquer ponto onde se ofereçam vantagens quaisquer, lá está o povo, um subindo pela cabeça do outro, buscando a todo custo, às vezes, à "qualquer" custo se situar melhor do que o semelhante.

Sei que trazemos isso antes do próprio útero quando então buscávamos fecundar o óvulo, sei que também faz parte do comportamento infantil, mas continuar deixando esse aspecto tomar conta de nossas vidas não nos torna tão diferentes assim dos demais animais considerados irracionais.

Muitas disputas são nece…

SINCERIDADE?????? ENTÃO TÁ!

Impressionante o quanto o "politicamente correto" influencia uma sociedade. Ninguém admite, ninguém quer ser honesto, sincero, sem correr o risco de passar por cruel, estúpido ou quem sabe até um criminoso, já que hoje em dia para se cometer um crime, basta apenas se expressar de forma não tão convencional ou de modo que possa causar interpretações equivocadas.


Ontem assisti à uma reportagem aqui na região sobre o descaso dos motoristas e seu desrespeito às leis de trânsito. De todos que foram parados, TODOS...sem exceção concordavam com a "obediência" às regras... QUE MARAVILHA!!!! Não fosse por um detalhe, bastando saírem do campo de visão da câmara e lá estavam eles à vida normal. O limite era de 80 e bastava alcançarem segurança visual e todos mandavam ver.


Na frente das câmaras todos são anjos, todos são corretos cidadãos respeitadores e cumpridores das leis, fora delas, bem...a coisa muda.


Uma vez me entrevistaram, eu disse o que achava "sinceramente&quo…

CINQUENTENÁRIO BIOLÓGICO ENTRE A LÓGICA E O EMOCIONAL

Acordando nesse sábado chuvoso,triste e entediado, me dou conta de que meu corpo físico completa seu meio século de existência. Ainda não tenho cabelos brancos, não tenho barriga, continuo magro, e talvez por um capricho da natureza, continuo tendo ereções com a mesma facilidade de quando adolescente. Um período reflexivo que me acompanhou nesses últimos dias praticamente me "internou" em mim mesmo. Passei a ser mais receptivo e menos expansivo, deixei de opinar, deixei de emitir, deixei de expressar. Me alojei num tempo próprio onde pude enfim refletir. Me questionei a utilidade, talvez até a inutilidade em continuar mantendo esse blog como válvula de escape, afinal, escape de que? Tudo o que sempre precisei fazer até hoje, foi tentar manter o equilíbrio da lógica e o emocional. Sempre que opto pela primeira me sinto bem, porém, quando opto pela segunda, acabo por enfiar os pés pelas mãos e daí... A lógica não, ela me deixa mais prático, mais taxativo, menos humano, mai…