EU SÓ NÃO GOSTO DE "ESPERTEZAS"

Apesar do cansaço resolvo dar uma visitada em alguns blogs que conheço e costumo frequentar. Uns de direita, outros de esquerda, mas  uma coisa fica muito nítida, o completo e mais profundo desrespeito à inteligência do cidadão. Daquele mesmo cidadão que paga todos os malditos e absurdos impostos que sustentam tanta farra, tanta folia, tanta palhaçada que chego a ficar tonto.

Bem...!  Não há muito o que dizer, nem sequer mais argumentos com que se protestar, já que diante de tamanhos absurdos, o que ainda resta para dizer que ainda não tenha sido dito?

Nos blogs em que eu participo a ponto de já me conhecerem, sabem que não tenho partido político, sabem que não quero e não vou defender qualquer um que se auto-intitule "representante do povo". Para mim, políticos são raças de víboras que se matam para a perpetuação de seus pedestais.

Já me disseram que não devo generalizar, mas quando assisto certas atitudes de complacência e cumplicidade ou quando muito, essas se tornam oposição apenas para angariar votos, já defino bem quais valores realmente essas almas infernais alimentam.

Prova disso são os escândalos que se sucedem em ritmo de "samba do crioulo doido", em que as poucas punições obviamente se resumem à peças teatrais, muitas vezes envolvendo sérios funcionários públicos que apenas obedecem ordens para ao menos nos dar alguma impressão de que ainda existe alguma coisa parecida com justiça em nosso país.

Isso tudo, é apenas a metade do que realmente existe, já que visivelmente a imprensa esconde, dissimula e omite fatos que ocorrem do "outro lado".

Enquanto isso, vamos assistindo os desfiles de crimes em que somos surrupiados não só em valores monetários, mas principalmente em valores morais e éticos.
Tudo se mistura numa "bacalhoada de pizza" aos gritos de impropérios daqueles que se dizem ofendidos, mas na verdade, estão é envaidecidos por se encontrarem em níveis dignos de criminosos da humanidade.

As vezes me dizem que sou muito certinho, muito honesto, mas não me vejo assim.

É tudo uma questão de ponto de vista. Se não gosto do jogo, não jogo, se não gosto de safadezas denuncio, mas o problema, é justamente a "esperteza" .
No Brasil não existe o "racismo" existe sim, o "preconceito" que chega a ser pior.
No Brasil, não existe o "safado", existe sim, o "esperto", que também é bem pior.

De espertezas em espertezas, vamos galgando degraus "para baixo" propagando aos quatro ventos que estamos ascendendo, quando é exatamente o contrário que tudo acontece.

Eu, como qualquer um, cometo minhas infrações de trânsito, mas busco jamais fazer disso um hábito, até porque só faço quando tenho ciência de que posso também perder o controle, e por isso mesmo, evito.

Existem regras, e existem exceções, o problema das espertezas é que sempre buscam transformar as exceções em "regras"...aí é que fode tudo!

Mas logo eu saio do jogo. Estou chegando aos 50, e só tenho que "sentir muito" por tudo isso que infelizmente sou obrigado a deixar para minhas descendências...!

Um mundo estranho, habitado por magos espertos, ou feiticeiros safos!

Um mundo duvidoso, imprevisível, insólito, hipocritamente condicionado pela aceitação de que tudo é uma questão de gosto musical...

...onde as notas irão perdendo a pouca harmonia que ainda possuem...


...que pena!!!


Comentários

  1. Meu caro Robson.
    Onde chegamos: A Associação Nacional dos Delegados da PF vem a público esclarecer que, após ser preso, qualquer criminoso tem como primeira providência tentar desqualificar o trabalho policial. Quando ele não pode fazê-lo pessoalmente, SEUS AMIGOS OU PADRINHOS ASSUMEM A TAREFA EM SEU LUGAR.
    De repente, o uso de algemas em criminosos passa a ser um delito muito maior que o desvio de milhões de reais dos cofres públicos.
    Mas a preocupação oficial é com o uso de algemas. Em todos os países do mundo, a doutrina policial ensina que todo preso deve ser conduzido algemado.
    A Polícia Federal é republicana e não pertence ao governo nem a partidos políticos”.

    Brasília, 12 de agosto de 2011

    Bolivar Steinmetz

    Vice-presidente, no exercício da presidência

    ResponderExcluir
  2. Caro Robson;
    Me desliguei do boteco do balaio. Não é justo Robson, que eu só possa ter amigos se eu pensar igual a eles politicamente. Se for assim, prefiro não ter amigos, a solidão é melhor conselheira.

    ResponderExcluir
  3. O que mais irritou o Enio e o outro, o Bené, foi o o dementido que fiz sobre a demissão do repórter Rodrigo Viana da TV Globo. O Enio postou que ele pediu demissão da GLOBO: Não é verdade. Ele foi demitido.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

TIJOLO ECOLÓGICO - PROBLEMAS COM UMIDADE NA CONFECÇÃO

COELHOS NA PISCINA

O CIDADÃO, O SÚDITO E SEUS ORIFÍCIOS