MEU AMIGO ENIO!!!! (Texto longo)

Hoje, dia 10 de outubro de 2015, eu devo reconhecer que acabei de "conhecer" mais um pouco sobre a alma de um grande amigo.  Antes de tudo, devo dizer que ele é Petista,( assim mesmo, com maiúscula), pois tudo nele que conheci até hoje, pode ser designado com maiúscula.  Conheci esse amigo durante uma visita à minha cidade de São Paulo alguns anos atrás.  Tinha apenas algumas informações fracionadas por ele em comentários por onde discutíamos muito, embora eu seja até estupidamente ingênuo em tentar argumentar com uma pessoa tão mais vivida do que eu em todos os sentidos nos aspectos políticos, mas sempre com uma profunda curiosidade e respeito!

Cheguei a chamá-lo, certa vez de "Forrest Gump"  pelo fato de ele ter estado presente "fisicamente" em muitos momentos de nossa história política recente.  Mas voltando à tal visita que lhe fiz de surpresa mesmo tendo poucas indicações de onde residia, quem tem boca vai à Roma e finalmente consegui encontrá-lo.  Passamos uma tarde juntos e também um começo de noite. Pude conhecer a família dele, a residência simples onde vive, e me lembro do que ele me disse pouco antes de nos despedirmos.  Mesmo tendo "amigos" no governo e sabendo de sua situação à época desfavorável mas não miserável -- é preciso deixar claro --, ele continua com sua vida simples e feliz.  Feliz sim!!!
Ele me disse que só aceitava ajuda, se fosse "lícita"! Eu presenciei isso pessoalmente e de surpresa.

Horas e mais horas debatiamos dia após dia nos blogs da vida sempre mantendo o respeito mútuo. Ele com o lado dele e eu "sem o meu"!!!   Esse meu amigo não é só Petista, é um dos FUNDADORES DO PARTIDO.  Apesar de tudo o que eu escrevi e de tudo que eu ou ele vomitamos um contra o outro embalados mais por "nervos", apesar disso, tenho um profundo respeito e admiração por ele.

Poucos dias atrás, acabamos nos desentendendo.  Poucos dias atrás, num ímpeto meu com uma briga com outro que se diz também petista, embora para mim, seja apenas mais um imbecil, ele resolveu chamar para si a briga.  Eu deliberadamente acusei o outro petista de ser um ativista pago e ele resolveu intervir e veio armado com todos os seus bons argumentos dos quais não pude sustentar para não ter que envolver mais um "conhecido" na história e, portanto, não pude sustentar a minha parte.
Resolvi então, abandonar a discussão e junto o blog.

Esse meu amigo, o Enio Barroso Filho, é uma dessas pessoas em que só alguns poucos e felizes mortais tem a bênção de conhecer na vida.  Não só pela posição que ele "não ocupa", mas pelos seus valores.  Ele tem uma doença conhecida por Distrofia Muscular Progressiva que, segundo ele, é do mesmo tipo do cientista "Stephen Hawking" outro grande ser humano que também não se deixa "limitar" por um mal que faria qualquer um de nós sucumbir.  Quando o conheci pessoalmente ele ainda não dispunha de uma cadeira de rodas e apenas se movimentava muito dificilmente com ajuda de uma pequena bengala e da força daqueles que o acompanhavam.  Tive a honra de ajudá-lo junto com outro rapaz a transpor alguns degraus da portaria no edifício onde morava em Santana na zona norte da capital paulistana onde eu também cresci.

Com muito sacrifício ele finalmente conseguiu a sua cadeira de rodas motorizada e agora dispõe de mais mobilidade.

Porém, o avanço natural da doença já o estava indispondo à continuar escrevendo, coisa que, aliás, sempre faz com maestria surpreendente.  Com apenas um único dedo, ainda conseguia elaborar textos que já considerei e ainda considero, verdadeiras obras de arte na comunicação escrita.

Mas a doença avançou e ele parou de escrever.  Tudo indicava que não mais teria condições de expôr suas idéias e seus ideais que não fosse para os mais próximos, porém, houve uma "vaquinha" entre amigos que conseguiram levantar um valor para que ele fosse se tratar em Cuba, uma terra que ele sempre defendeu com unhas e dentes e quase de forma intransigente.  Intransigência é um aspecto pouco percebido pelo fato de que ele sempre soube sim, reconhecer os erros, apesar de não demonstrar o que muitas vezes notamos pelo seu silêncio ou até pequenas molecagens em subterfúgios.   Mas na maioria das vezes, ele sabe reconhecer que tudo tem limites na vida e em todos os aspectos.  Somos falhos enquanto humanos!

Finalmente ele voltou após um breve período "na Ilha," e agora, parece que melhorou muito.  Não há como negar esse fato. A medicina lá, conseguiu o que talvez as melhores clínicas daqui e as mais caras, não tivessem feito tamanho progresso.

Hoje, lendo um de seus mais longos textos no blog  Baláio do Kotscho  onde comenta as matérias do Jornalista Ricardo Kotscho, sobre o tratamento que teve e as coisas que descobriu sobre a velha Cuba e de forma tão pessoal, não pude deixar de admirar ainda mais esse grande cara.

Sou claramente anticomunista, e cristalinamente anticapitalista selvagem, acho que vivo num limbo viscoso onde não consigo me movimentar. Talvez possa existir um momento "não utópico" em nossas histórias nas questões governamentais em que possamos abrigar tanto uma parte quanto outra e deixar de brigarmos entre esquerdistas e direitistas para, finalmente sermos mais "diretistas"  seguindo assim, em frente e não para os lados.

Nesse texto, nesse comentário que ele fez numa matéria sobre a nossa violência urbana que tantas vítimas nos proporciona, ele faz um relato de sua estada em Cuba e descreve de forma muito simples alguns fatos sobre aquele povo caribenho e sua forma simples de viver.

Segue então (e espero que ele me perdoe pelo "roubo" rsrsrs),  o comentário desse meu grande amigo que espero novamente poder visitá-lo algum dia.

Na verdade, são três partes que gostaria muito de deixar aqui registradas.

(nota)  a matéria publicada pelo Jornalista Ricardo Kotscho (também meu amigo), é sobre o crime da morte do rapaz na saidinha de banco que houve recentemente e que causou grande comoção.


Primeiro comentário;



Enio Barroso Filho
 - 9 de outubro de 2015 - 22:31
Caro Kotscho Esse teu post engloba dois temas e portanto, se tu permitir, gostaria aqui de fazer dois comentários em separado. Um sobre o AMOR e outro sobre a criminalidade e a banalização da VIDA e do mal que arrasa o país já há algumas décadas. Sobre o AMOR dessa avó e desse neto não precisa dizer muito, a imagem do caminhar abraçado ou de mãos dadas diz tudo. É a junção do início e do final da VIDA em total comunhão, gestos tão simples e tão fáceis de praticar que por conta de tão raros nos comovem e nos fazem ir ás lágrimas. Também, como tu, fico feliz quando vejo tais cenas, o coração acelera, o sangue pulsa mais rápido, a sensação de paz prevalece e a alma da gente parece que se eleva em êxtase e total serenidade. Dá vontade de VIVER sempre assim.

 Segundo comentário;

Enio Barroso Filho
 - 9 de outubro de 2015 - 22:33
Agora, depois do AMOR, quero falar da desgraçada e incurável CRIMINALIDADE E VIOLÊNCIA diária que nos destrói sem piedade e cada vez mais nos encurrala e nos prende nos lares em todo o território do nosso Brasil, ou de um exemplo real que conheci para ao menos tentar minimiza-la. Primeiro quero pedir a quem for ler esse meu comentário (PERDÃO caro Kotscho, será um pouco extenso) para acalmarem um pouquinho o seu rancor interior, suas crenças ideológicas legítimas e as suas particulares e convictas visões de mundo e de sociedade porque vou falar de CUBA e da experiência que vivi recentemente durante os 45 dias em que estive por lá. Estive por lá na condição de paciente em uma clínica (o CIREN) e não como turista em hotel desfrutando os pacotes de passeio e por isso mesmo é que pude conviver o tempo todo e diretamente com os funcionários cubanos da clínica, suas equipes médicas e com as centenas de outros pacientes cubanos e suas famílias que os acompanhavam e me incentivavam todo o tempo naquele nosso dia a dia e de quem e com quem muito aprendi. Foi com certeza a minha melhor e mais extraordinária experiência de toda a minha VIDA !!! Meu intuito não é fazer propaganda de Cuba e muito menos defender aquele seu regime político mas propor uma pausa nessa nossa ridícula, inconsequente e atemporal "guerra fria" para uma nossa pequena e oportuna reflexão. SEGUE O QUE VI E VIVI: Cuba É SIM uma ditadura !!! É um país militarizado e MUITO POBRE por conta de um bloqueio econômico criminoso imposto pelos EUA há mais de 50 anos, mas não importa a discussão sobre isso, o que importa é que o povo cubano, como consequência disso ou não, em geral vive e se vira por lá de uma maneira muito sofrida e modesta, com baixíssimos salários ( apesar de que praticamente TODOS trabalham), muitas carências e muitos desejos e sonhos de consumo (como os nossos daqui) principalmente em alimentação, vestuário, eletrônicos, e "otras cositas mas" e que lá o transporte público é péssimo, insuficiente e de má qualidade e o ódio a "Los divisas" é generalizado e o tempo todo criticado ( "Los divisas" são os militares, uma minoria que mora nas melhores habitações, nos palacetes e nos muitos condomínios luxuosos e fechados que existem e "manejam" (dirigem) os carros mais chiques, modernos e "do ano" que circulam por lá) O povo cubano não odeia os irmãos Castro (Fidel e Raúl), considerados heróis de sua pátria, mas detestam sim "Los divisas" que são os oportunistas que os cercam e "parasitam" as suas glórias. Contudo, contudo, NÃO HÁ MISÉRIA EM CUBA como há aqui no Brasil e no resto do mundo (mesmo nos países mais ricos). Enfim... Cuba definitivamente não é o meu paraíso (não falo das praias e das outras intactas belezas naturais) ou meu modelo de regime político porque é militarizado e eu não gosto de militar governando, é comunista e EU NÃO SOU COMUNISTA !!!. PORÉM, pude constatar que Cuba está mil anos a frente do resto do mundo em três quesitos básicos: Educação, Saúde e SEGURANÇA PÚBLICA !!! Não há delinquência em Cuba e a criminalidade está praticamente zerada. Enquanto ocorre um crime por mês em Havana (pequenos furtos ou brigas com armas brancas) em Washington, capital dos EUA, acontecem mais de 100 !!! As casas não tem muros (a não ser algumas com cercas para que não entrem ou fujam cachorros), não há cercas elétricas, trancas eletrônicas ou demais equipamentos de segurança mas existem sim MUITAS câmeras de segurança espalhadas por todo canto e o mais importante: NÃO HÁ ARMAS DE FOGO NAS MÃOS DE NINGUÉM !!! Nem nas mãos ou nas cintas da Polícia, que tem significativo número contingentes policiando e circulando por todo lado !!! Só é autorizado o porte de armas aos militares das forças armadas, assim mesmo restrito aos quartéis (que são muitos !!!) Quem me leu até aqui não faz ideia da sensação de liberdade e de paz que é circular por todo o país sem medo de nada !!! Sem medo algum de assalto, de briga, de qualquer intimidação quer seja de dia, de noite ou de madrugada !!! Encantado com tudo aquilo, perguntei a todo mundo como essa segurança toda funciona e como foi que fizeram para chegar a esse ponto e as respostas variavam mas haviam ao menos QUATRO pontos comuns em suas explicações: PRIMEIRO a Educação. Em Cuba o analfabetismo é zerado e 90% da população ativa para o trabalho tem algum curso superior. SEGUNDO não há trafico e raríssimo consumo de drogas (que em Cuba eles chamam de dopping). "Que hay, hay !!! Pero és controlada e no necesitamos quedarse dopados para quedarse felices" diziam eles todos. E quem controla é o próprio povo que denuncia pixando as casas do "dopado" assim: "Aqui hay un marijuanero !". Como não há polícia investigativa em Cuba, quem denuncia é que tem que provar e caso não prove quem vai em cana é o denunciante. E em Cuba o povo tem pavor de tribunais como descreverei mais adiante. Se o sujeito consumiu maconha (marijuana) por exemplo e isso ficou provado, ele vai para uma clínica e só sai de lá depois de constatada e tratada a sua dependência química ou psíquica pelo tempo que for preciso a tal internação, que leve meses, um ano, 10 anos, menos ou mais !!! Mas se foi por "tirar um barato" ou por farra aí é cadeia na certa !!! E as penas são altas, altíssimas !!!. Percebam que falo de maconha, imagine o consumo de drogas mais pesadas que por acaso descubra-se !!! Há uma cultura do povo adversa ao consumo de qualquer tipo de droga. Eles sabem de TUDO o que se passa no mundo violento e "narcotraficantilizado" ao redor e rechaçam isso para eles !!! De "las máfias", "los narcos", "los carteles", "la corrupción de las policías" eles querem distância. Mas ouvi lá uns "bochichos" de que o governo cubano, "bajo de los panos", permite e até estimula que narcotraficantes da America do Sul, usem como ponte os seus aeroportos e o seu espaço aéreo para "entupirem de pó" os narizes de Wall Street !!! Faz parte da guerra he he !!! TERCEIRO a Justiça e os TRIBUNAIS POPULARES !!! Em Cuba não há três poderes (invenção do francês Montesquieu) e portanto não há o Poder Judiciário. O poder total é do "Conselho de Estado" formado pelos membros do Comitê Central do Partido Comunista Cubano, com eleição direta a cada dois anos, e cuja prática da justiça e dos julgamentos é exercida pelos "Comissários do Povo" (juízes) também eleitos diretamente pelo "proletariado"e pelo mesmo período, com aval posterior do tal "Conselho de Estado" . Não há advogados de defesa (é o acusado que se defende sozinho), a função principal de um advogado cubano é o estudo de direitos (principalmente os direitos internacionais) e baseados em seus estudos proporem novas leis ( numa espécie de legislativo) que são também submetidas antes, para que possam valer, ao mesmo "Conselho de Estado". Não há "habeas corpus" e não há redução de penas !!! Todos são OBRIGADOS a conhecerem as leis do país e suas respectivas penas caso infringidas !!! Se o réu não provar sua inocência diante do "Comissariado do Povo" (ou Tribunal) e pegar qualquer pena correspondente ao seu crime, não tem conversa, VAI EM CANA !!! Entrou hoje em cana às 20:45 h. e pegou 5 anos, sairá da cadeia daqui a 5 anos exatos, no mesmo horário sem um minuto a mais ou a menos !!! Mas se provou sua inocência e ficar também provado que o acusador mentiu, quem pega a mesma pena correspondente ao crime acusado é ELE, O ACUSADOR !!! apenas como detalhe, soube que por lá só há pena de morte para crimes de lesa Pátria ou de traição ao país, ao povo e ao coletivo !!! Por isso é que todos tem paúra de "Los Tribunales" !!! Perguntei como são os presídios por lá, já que Cuba é tido como o sétimo país do mundo em número de prisioneiros por total de habitantes e NINGUÉM SABE !!! Quem sai não conta e muitos dos que entram às vezes nem voltam, DEVE SER MUITO RUIM. Mas eles, a maioria do povo cubano, acham que tem que ser mesmo assim. "La escória (como são tratados aqueles que se recusam a estudar e a trabalhar) és la escória" que existe em todo tempo, regime e lugar do planeta e também os há em Cuba embora constata-se serem uma minoria. "La escória" são os que vivem á margem, nas periferias e normalmente é de lá que surgem notícias dos crimes ou delitos ocorridos mais comentados no país, MAS NUNCA NA TELEVISÃO, NAS RÁDIOS E NOS JORNAIS, lá é de boca em boca E O POVO FALA... e como FALA !!! Só que tais crimes comparados aos nossos mais parecem brigas infantis, de bar, de colégio ou até de família !!! Imaginem, mesmo quem não viveu mas já viu algum filme de como era o dia a dia do nosso Brasil na década de 50 do século passado, pois é, Cuba é hoje mais ou menos assim !!! Por fim o QUARTO MOTIVO pela excelente SEGURANÇA PÚBLICA vivenciada em Cuba: O que vai a seguir é a opinião colhida deles, dos cubanos, só vou tentar reproduzi-la com as minhas palavras. Cuba é um país comunista portanto inexiste o capitalismo e muito menos o seu pior derivado que é o capitalismo selvagem, Não há leis de mercado ditadas pelo mercado e nem a doença febril do consumismo em que se o cidadão que não tiver o último modêlo de "Ai-Fone com Uai-Fai", "Ai-pode" ou "Ai-Fode" e a não vestir a mais recente marca de grife como a "Ai-Didas", não pode ser considerado GENTE normal. Em Cuba o banqueiro é só um: O Estado !!! Portanto não há banqueiros em luta e em disputa para ver quem toma mais para vender depois o dinheiro que não é dele mas o dinheiro dos outros. Em cuba inexistem agências bancárias, e nem juros e muito menos empréstimos. Não havendo empréstimos bancários, não havendo crediários, ninguém deve NADA e muito menos sua própria VIDA a ninguém !!! Em Cuba ninguém é proprietário de NADA !!! As casas, as fazendas, os carros, as fábricas, o comércio, as lojas, os restaurantes, TUDO !!! TUDO É DO ESTADO e não há propriedades particulares escrituradas para ninguém, senão que tudo é do ESTADO CUBANO E É DO POVO !!! É do COLETIVO e não do indivíduo !!! Com isso não há abismo social em que a fortuna se concentra nas mãos de alguns poucos enquanto a miséria se alastra entre os muitos, conforme se vê por aqui e por aí. O LADRÃO VAI ROUBAR O QUE E DE QUEM ??? Se quase todo mundo (exceto os militares) tem pouco, vive com pouco e praticamente vive igual ??? Um motorista de ambulãncia do CIREN ganha aproximadamente o equivalente a 40 dólares ao mês enquanto que o Dr. Amado, meu médico e diretor geral de Neurologia do mesmo CIREN, ganha o equivalente ao salário mínimo hoje existente no Brasil (cerca de 250 dólares), NÃO DÁ, EVIDENTEMENTE !!! Os salários pagos em Cuba não duram uma semana mas eles se viram, VIVEM pro gasto, sem luxo porque luxo não há (a não ser para os militares) e apesar do comércio estar todo na mão do Estado, TODOS SÃO LIVRES para prestarem serviços a turistas e comercializarem o que bem entenderem !!! Exceto drogas porque se trata de tráfico e é crime gravíssimo por lá !!! De resto eles vendem, alugam ou cobram favores de tudo o que se possa imaginar (menos as drogas !!!). Mesmo assim há limites: Molestar, destratar, se prostituir, ou brigar com um turista é CRIME GRAVE, dá TRIBUNAL e dá cadeia !!! Afinal o Turismo, incluindo o Saúde-Turismo (onde muita gente de todo o mundo vai pra lá se tratar ou tentar a cura de suas doenças desenganadas nos seus países de origem), os dólares desses turistas é hoje para Cuba, sua única fonte de arrecadação de divisas e de apropriação de recursos. A população de todo o país é de pouco mais de 10 milhões de habitentes. No verão chega a 15 devido os 5 milhões de turistas do mundo inteiro que chagam na ilha para desfruta-la. No ano todo 10 milhões de turistas de toda parte do mundo vão para lá !!! Cuba é uma Babel !!! Pra encerrar (ufa !!! Kotscho, PERDÃO OUTRA VEZ !!! Acho que nunca na vida escrevi tanto e de uma só vez !!!) fiz mais duas perguntas. Uma para todos com que conversei: - E A LIBERDADE ??? Todos dizem que não há liberdades em Cuba especialmente a de ir e vir, como respondem a isso ??? Todos respondem igual: - "CUBA ÉS LIBRE !!! Todo se puede pero nin todo se puede !!!".PÁTRIA O MUERTE !!! Em todo lugar que se vá, há sempre uma estatueta de José Martí, o poeta que libertou Cuba do domínio espanhol no séc. XIX, com a frase: "Sea culto e serás libre", eles dizem que isso responde melhor nossas dúvidas. Mas se queixam sim da falta de liberdade para ir e vir ( E BASTANTE !!!), querem poder sair do país e conhecer in loco o resto do mundo que tanto já sabem por tanto ler. Encontrei cubanos que sabem e conhecem a História antiga e a atual do Brasil melhor do que eu !!! Querem tanto viajar que é por isso que tanto se empenham nos esportes para sair de lá e representar seu país aqui fora (um ou outro deserta, como bem sabemos, mas o grosso da maioria volta á sua Pátria tão por eles amada e querida). Se empenham também nos estudos, especialmente nas áreas de saúde e medicina, para poderem sair em MISSÕES aos tantos países que deles precisam. São solidários, são humanitários, assim aprendem a serem nas escolas desde a primeira lição. A outra pergunta eu fiz a um policial: - "E se alguém cometer um crime ou delito e fugir ???" A RESPOSTA (em português):- " Aqui é uma ilha !!! Vai fugir pra onde ??? Uma hora a gente acha, não tem como escapar !!!" Bem, eles tem essa vantagem geográfica que nós não temos e levaram 50 anos para chegarem a esse estágio de quase perfeita segurança pública, desconheço outra igual, que nós do Brasil, infelizmente, jamais poderemos alcançar porque aqui, como diz uma música do conjunto paulistano o PREMÊ, "Aqui, não tem terremoto, aqui não tem REVOLUÇÃO, é um país abençoado... Onde todo mundo mete a mão !!!"

Comentário final;
Enio Barroso Filho
 - 10 de outubro de 2015 - 00:44
Apesar de ter sido esse meu, creio o mais longo da história desse Balaio (PERDÃO, mil vezes PERDÃO !!!) ainda faltou dizer o que também considero importante: Não existe a profissão de Publicitário lá em Cuba !!! Em todo o tempo que estive por lá não vi qualquer propaganda exibida nos 4 canais de TV, nem nas ruas, em faixas, NADA !!! Não há esse tipo de competição. A Televisão cubana prioriza a cultura no entretenimento, o jornalismo e a Educação. Portanto não há escolas do crime como certos programas exibidos por aqui dos "Datenas" e Meireles" da vida, que "ajuda aí, ajuda aqui", "corta pra cá, corta pra lá" nos banham de sangue, de crimes e de vícios todos os dias, justo na hora em que as nossas crianças e os nossos jovens voltam da escola pra casa e os seus pais do trabalho, da rua ou da sua qualquer ocupação. E são recebidos a bala pela televisão !!! TRISTE ISSO, MUITO TRISTE !!!

(volto) 
Como fica bem claro acima, há o reconhecimento, embora simbólico de que não se trata de uma visão forçada do cotidiano de Cuba pelo prisma de esquerda ou de direita ,mas de um relato bem simples de alguns aspectos que, tenho certeza, muitos esquerdistas iriam negar.
Se você ler isso meu querido amigo Enio,  eu repito que não leve a mal tê-lo surrupiado do balaio assim como você tanto reclamou certa vez do "roubo" de uns outros teus pelo Paulo Henrique Amorim.... eu ainda me lembro disso!
E também que nossas "diferenças" ideológicas sempre foram mais no campo "metodológico".
Um grande abraço meu irmão!!!!


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TIJOLO ECOLÓGICO - PROBLEMAS COM UMIDADE NA CONFECÇÃO

COELHOS NA PISCINA

O CIDADÃO, O SÚDITO E SEUS ORIFÍCIOS