JÁ QUE O MENSALÃO EXISTIU...

Levando em considerações alguns aspectos dos textos e, principalmente, os comentários na blogosfera sobre os mesmos, acho que posso elaborar meu "pitaco" de cidadão ignorante, porém, ainda confiante, mesmo que um pouco, nas leis.
Não me prendo portanto em detalhes técnicos, muito menos em circunstâncias novelescas, só me atenho ao que busco conhecer como fato. É fato que a defesa tem que exercer o seu papel, mesmo que as condições para tanto se mostrem desfavoráveis. Mas esse julgamento do tal "MENSALÃO" tem adquirido aspectos de briga de torcidas.

Em muitos blogs que frequento, e aqueles onde ainda me dá certo interesse em ler os comentários, tenho observado uma batalha de argumentações que, podem sim, levar à conclusões mais precisas.

Disseram, por exemplo, que o julgamento foi, ou ao menos está sendo, mais político do que técnico. Verdade?  Pelo que vi, dos 11 ministros, apenas 2 julgaram com base política.  Lewandowski  demonstrou isso ao JUSTIFICAR  posteriormente seu voto tirando dessa forma o "seu" da reta militante. E aquele outro rapaz chamado Toffoli segundo o qual o "partido" dizia que NÃO PODIA NÃO PARTICIPAR e que foi acatado por ele. Dessa forma, preferiu cumprir a "ordem" e permanecer fiel aos interesses do partido inocentando o Deputado CORRUPTO João Paulo Cunha de TODAS as acusações. O fez de forma estranha, sem motivação, cabisbaixo, gaguejando, provando dessa forma que, estava fazendo algo contrariado.

Mas a lei, ainda é a lei.  O difícil nesse julgamento para os juízes, é que tem de expressar também o motivo pelo qual condenam ou absolvem.

Pronto, na blogosfera a argumentação deixou de ser sobre a condenação (ao menos na favorável aos interessados em defender bandidos) para desviar o assunto sobre outros mensalões. Os do PSDB obviamente.

Concordo com eles nesse aspecto. Todos os crimes devem ser investigados e provando-se a culpa, devem sofrer punições.
Todos estamos já cansados de assistir, ler, ou ouvir sobre os constantes aumentos brutais de patrimônio daqueles que exercem cargos públicos. Não existe outra forma de enriquecer mais fácil do que entrar para a política.
Até o ranho nasal das crianças de rua sabe disso!

Estão agora protestando pela falta de provas. Ora vejam, parece que nenhum bandido corrupto tem o hábito salutar de emitir recibo ou escrever um diário detalhado.

Tudo o que se tem, são indícios conclusivos e é só. João compra paio, Luiz compra feijão-preto, Genoino trás o pé-de-porco, a costelinha é providenciada por um professor e a caipirinha enviada por alguém de fora.
José cede a casa e organiza o "festejo".....

Depois dizem que não há recibos do açougue, notas do mercado, e afinal, nunca houve feijoada. Talvez fosse um churrasco não é mesmo?

Ao menos agora, já sabemos que João comprou e levou o paio. Menos mal!


...NÃO...DESSA VEZ AO MENOS, A SENHORA  ANGELA GUADAGNIN não irá nos brindar com a dança na boquinha da garrafa...




                                             ATÉ PORQUE FICOU MUITO DIFÍCIL !!!!!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TIJOLO ECOLÓGICO - PROBLEMAS COM UMIDADE NA CONFECÇÃO

COELHOS NA PISCINA

O CIDADÃO, O SÚDITO E SEUS ORIFÍCIOS