ABSORÇÃO DE IMPACTO

Desde sempre podemos perceber como o nosso "jeitinho" se adapta às mais variadas situações.  Nossa justiça começa agora a adentrar no território onde provavelmente irá demonstrar inequivocamente aos cidadãos brasileiros se é ou não é "ajeitada".  Afinal de contas, bons e caros advogados são contratados para manipular detalhes técnicos como o que acaba de inviabilizar prova contra o banqueiro Daniel Dantas. São detalhes esses que causam transtornos magníficos mas que precisam ser respeitados já que vivemos em democracia e ela própria demanda assim.

Vimos recentemente o petista relator Marco Maia encerrar uma investigação de CPI  (comissão parlamentar inútil)  sem indiciar ninguém. Quanto nos custou essa investigação afinal?  Mas logo em seguida, ouviu seu coração e mudou graciosamente de ideia...que coisa interessante!

Essas novelas corruptas ganharam então mais um tempo até fevereiro para continuar a produzir seus protagonistas que, até lá, irão se reunir até nos esgotos para assegurarem negociações escusas e torcerem para que seus planos infalíveis voltem a produzir os frutos de que gostam tanto.

Enquanto isso, as provas irão se acumulando para formar uma avalanche incontrolável por sobre suas ainda aureoladas cabeças.

De um lado se prepara uma avalanche, de outro lado a absorção desse impacto e suas consequências. Lógico, todos tem o direito à defesa.  Mas precisa ser tão demorado assim?  Começo a ver aquela imagem da nossa justiça como uma senhora exageradamente obesa que mal consegue segurar seus apetrechos de trabalho.  As vezes, usando até a venda como uma tiara para combinar com a bolsa.  Mas tudo bem, temos que ser compreensivos com a corrupção sendo ela, como sempre digo, inerente ao ser humano em seus diversos níveis e graus.   O que não aceito é a impunidade.  Essa é a diferença entre nós brasileiros e nossos outros irmãos mais civilizados.

Como era de se esperar, todos negam a culpa.  Certo!  É um direito.  Aguardemos então a chegada de fevereiro, mês do carnaval quando todos vão estar mais anestesiados pela folia e dopados pela sensualidade para ver se vai haver mesmo algum impacto nisso tudo.  É provável que esse impacto seja, ou absorvido ou desviado para os lados, caso seja muito forte.  É possível que os únicos culpados de verdade sejam somente dois.  Sérgio Guerra e Eduardo Campos.   Que sejam então punidos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TIJOLO ECOLÓGICO - PROBLEMAS COM UMIDADE NA CONFECÇÃO

COELHOS NA PISCINA

O CIDADÃO, O SÚDITO E SEUS ORIFÍCIOS