O BRASIL E A PETROBRÁS... NÃO SÃO DELLES!!!!!

Acredito que dá pra entender bem o que está acontecendo e o que aconteceu com uma das maiores empresas do mundo, a Petrobrás.
Quando o governo entendeu a potencialidade do pré-sal, esqueceu quase por completo os outros programas energéticos como o bio-diesel, parques eólicos, ou até mesmo o álcool.  A Petrobrás cresceu exponencialmente de forma absurda somente com as propagandas e as perspectivas que produzia.  Verdadeiras guerras foram travadas entre os Estados produtores e os não produtores pelos tais de royalleties  advindos da exploração do petróleo.  Uma campanha ufanista se instalou então por todo o território nacional  exaltando nosso maior grande prêmio.

Até aí, tudo bem.  É perfeitamente normal que um governo proceda assim. Com exceção, é óbvio, do completo descaso com as outras matrizes energéticas que tanto nos fazem falta agora nesse momento.

Acontece que as perspectivas foram tão grandes, tão absurdamente elevadas, que puderam então, instalar um esquema criminoso dentro da Estatal  de forma a obter desvios estratosféricos que nem sequer seriam então percebidos diante do volume de captação que a Empresa prometia.
Quem, afinal de contas, daria falta de alguns bilhões de prejuízo diante de muitos e muitos bilhões entrando em forma de uma verdadeira cascata.  Me lembro que fui criticado justamente por criticar a exploração desse petróleo, pelos riscos que corríamos de contaminação devido à profundidade em que se encontrava. Qualquer vazamento poderia comprometer todo o nosso maravilhoso litoral já que não há absolutamente qualquer meio de contê-lo no caso de um possível vazamento.  Além do mais, sempre apostei na nossa capacidade criativa em turbinar meios menos agressivos de exploração energética.

Os EUA já conseguem obter óleo de xisto.  Os europeus investem cada vez mais em fontes sustentáveis, incluindo também os asiáticos. Mas nós não.  Fechamos os olhos às possibilidades e enfiamos a cara no oceano completamente cegos atrás do velho ouro negro.

O governo viu então a possibilidade de enfiar a mão no dinheiro achando que ninguém nunca descobriria.  E se descobrisse, ficaria numa boa simplesmente fazendo as famosas comparações que está acostumado a fazer quando pego em seus crimes.  Comparando com outros governos ou outros países.

O ex-presidente da Petrobrás, ontem, já deitou seu discurso de praxe. ELE NÃO SABIA!!!!  E acrescentou a impossibilidade de saber dentro de uma empresa daquele porte.  É impressionante a cara-de-pau desses petistas.  Lula NÃO SABIA do mensalão, Dilma NÃO SABIA do petrolão,  e agora Sérgio Gabrielli NÃO SABIA dos estratosféricos desvios na Estatal.

Essa porra dessa gente nunca sabe de nada quando lhes convém!!!!

Tanto é assim, que PAGARAM para muitos pobres infelizes baratos para irem em passeatas hoje em favor da corrupção, da roubalheira e das quadrilhas montadas para nos roubarem. É lógico que usaram outra nomenclatura dizendo que seria pela democracia e a favor da Petrobrás.

Com certeza, muitos até que receberam mas não compareceram. Podem ser pobres, podem ser necessitados, podem ser até comprados, mas não entregam. Aprenderam com os seus "mestres".

Domingo eu estarei nas ruas. Não recebi nada para isso. Vai até me custar algum para me deslocar até o centro onde, com certeza, irei encontrar outros Brasileiros que tem vergonha na cara e suam todos os dias para que outros se apropriem daquilo que produziram deixando em troca apenas mentiras, e ilusões.

Não pelo impedimento.da presidente....mas pelo voto facultativo e o fim da impunidade que só tem alimentado cada dia mais a corrupção.

O Brasil tem que começar a punir e punir duramente aqueles que chafurdam na lama. Os incompetentes, os quadrilheiros, os enganadores, os vagabundos que só sabem viver as custas do Estado.

...mas se você gosta de continuar sendo manipulado por essa corja vermelha, então...
fica em casa seu vagabundo!!!


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TIJOLO ECOLÓGICO - PROBLEMAS COM UMIDADE NA CONFECÇÃO

COELHOS NA PISCINA

O CIDADÃO, O SÚDITO E SEUS ORIFÍCIOS