FALTA GUERRA NO MUNDO

E extremamente difícil dizer, sequer aceitar essa ideia, mas , é cristalina: O mundo precisa de guerras.
A última grande guerra que envolveu e matou boa parte da humanidade, pode ser vista como uma doença, uma praga que dizimou milhões de pessoas. Assim como as grandes pestes que varreram também milhões.  No entanto, sempre conseguimos tirar importantes lições, tanto tecnológicas quanto sociais desses desastres.  Durante uma guerra como a última em que a Europa mergulhou junto com outros países espalhados pelo globo, podia-se notar o sentimento patriótico exercido por cada cidadão.  Com algumas exceções dos países comunistas que enviavam seus soldados desarmados para a front apenas para fazerem voluma, os outros, se enfrentaram com coragem. É certo que ocorreram crimes indescritíveis e a violência se espalhou como uma gigantesca explosão, mas era sim.... infinitamente necessário esse conflito.  Hoje em dia não podemos ter algo parecido sob pena de conseguirmos nos exterminar, então, a segunda grande guerra, foi o a última oportunidade dos seres humanos poderem usar como válvula de escape.

Não temos tantas guerras hoje em dia, mas...estamos em paz???   Não estou me referindo aos países belicosos e sim, por exemplo ao nosso país, o Brasil.  50 ou 60 mil mortos por ano em um período de uns 6 anos daria algo em torno de uns 330 mil mortos.  Quantos soldados perdemos na guerra real? e quantos estamos perdendo na guerra irreal?  Quantos são vítimas de acidentes de trânsito?  uns 30 mil ao ano?  Não dariam enormes bombardeios onde mesmo crianças, mulheres e idosos também não se perdem?

Parece que, durante um conflito, as pessoas começam a avaliar melhor o valor da paz.  Começam verdadeiramente a desejá-la e, por isso, combatem com mais fé, com mais coragem, com mais esperanças.  Quando estão nessa "paz" de agora, perdem a fé, a coragem, enfim, se entregam ao marasmo e a revolta que explode apenas em brigas isoladas por motivos mesquinhos, fúteis, ou simplesmente irresponsáveis.

Até mesmo diversos avanços na nossa tecnologia foram e estão sendo  conseguidos por esforços de guerra.  Setores como a saúde também acabam sendo beneficiados.  As guerras acabam por trazer também experiências terríveis, porém necessárias ao nosso aprendizado.  Irmãos que não brigam e não discutem nunca, um dia se matam por qualquer motivo.

Fazer o que, é o nosso estágio ainda grotesco.  A nossa condição miserável que nos empurra a tudo isso. Não adianta culpar o capitalismo pois esse é outro tipo de guerra em que o dinheiro pode ser usado como arma de pressão.  Quando vemos os jovens se bombando em academias estão fazendo isso para que?  Apenas pra se apresentarem de uma forma considerada saudável?  Ou para causar intimidação?

Torcidas organizadas, grupos que andam pelas ruas, enfim, usam para se mostrarem mais alegres ou apenas estão buscando outros grupos contrários mais imbecis do que os próprios para se massacrarem?

A mídia expõe a violência com tanta ênfase em horários diversos tanto quanto lhe pode porque isso dá audiência.  Todo mundo quer ver pessoas sendo esmagadas, degoladas, estupradas, e outras infinidades de procedimentos de sofrimento para que?   Outros preferem veiculações policiais grotescas mostrando sempre a realidade da pobreza e miséria humana para deleite dos expectadores.

Parece que, sem guerras os países se dividem dentro de si próprios.  Uns querem militares comandando, outros, bandidos, já outros,  tutores...

Até que finalmente se percam as consciências de vez e se mergulhem no caos mental, espiritual, e virem os zumbis recentemente retratados em filmes de ficção.  Não mordem....

...apenas continuam a assimilar...



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TIJOLO ECOLÓGICO - PROBLEMAS COM UMIDADE NA CONFECÇÃO

O CIDADÃO, O SÚDITO E SEUS ORIFÍCIOS

COELHOS NA PISCINA