TIJOLO ECOLÓGICO - REAPROVEITAMENTO DOS PRÓPRIOS RESÍDUOS.

Assim como pequena, média, ou grande indústria costuma ter resíduos, eu sempre me preocupei com os resíduos que tinha na minha fábrica.  Eram dois, os entulhos de tijolos quebrados e as embalagens de cimento.  No caso da segunda, sempre ia juntando e deixava para os funcionários recolherem periodicamente para negociar, embora fosse muito difícil já que, hoje em dia, muitos poucos recicladores aceitam esse tipo de embalagens.  Já na questão dos pedaços que sempre vão se acumulando por todo lado a cada movimentação que é feita ou carregamento de caminhões, a solução encontrada foi, de início, reaproveitar os que ainda poderiam ser cortados para produzir as metades.

Só que, mesmo assim, a quantidade de entulho era enorme.  O problema é que, não há como reprocessá-los e prensá-los novamente.  Então, resolvi de outra forma.

Adquiri algumas fôrmas plásticas de pavers e lajotas para concreto, e procedi a moagem desses cacos até obter algumas granulometrias.  Consegui com isso reduzir os cacos à pedriscos, areia grossa e areia fina.

Esse material me possibilitou a produzir, embora em pequena escala, pisos, lajotas decoradas, e até blocos de concreto.  Tudo como é feito normalmente, só que bem mais leves, embora não tenha tido tempo de pesquisar mais profundamente suas aplicações e resistência.  Aparentemente ficaram ótimos.

Ainda me restou uma quantidade maior daquele pó fino que é o que mais sobra e que não cabia mais nos traços.  Então resolvi testá-lo como agregado ao traço normal do próprio solo-cimento e deu muito certo.  Como usávamos um traço forte de 7 x 1, começamos a acrescentar mais uma medida tornando assim, um 8 x 1.  e que ficou muito bom.

Os restos de tijolos formavam verdadeira montanhas que sempre me incomodavam, já que, ali estava composto de matéria prima processada, mão de obra, e cimento.  

Portanto, fica a dica e a orientação que posso passar para todos que ainda tem esse tipo de problema em suas olarias, que façam os seus testes com esses materiais e me passem suas dúvidas caso se interessem.  Terei o maior prazer em ajudar.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TIJOLO ECOLÓGICO - PROBLEMAS COM UMIDADE NA CONFECÇÃO

O CIDADÃO, O SÚDITO E SEUS ORIFÍCIOS

COELHOS NA PISCINA