CURTO CIRCUITO

Um questionamento interessante que tenho hoje é, "como o governo espera solucionar o problema energético atual"?  Empurrando com a barriga como sempre? Negando as deficiências? Postergando providencias inadiáveis? Culpando a oposição? São Pedro?  O alinhamento planetário?

Estamos ou não à beira de um racionamento, apagão, sei lá, qualquer nome que se dê a falta de energia?

A imprensa dita golpista já alerta para o fato a muito tempo. Cobranças são feitas por aqueles que são imediatamente transformados em inimigos do povo. Questionar, criticar, até opinar, viraram sinônimos de sabotadores do governo. Temos é que aplaudir sempre. Mesmo que à luz de velas e lanternas. Não se pode criticar de jeito nenhum.

Há tempos que ouvimos, lemos e assistimos descerem a lenha, e com razão, na ineficiência da gestão FHC no setor elétrico. Mas........... o que fizeram eles?  Quando em 2001 sofremos o racionamento, não chegamos a ficar sem energia. O governo imediatamente começou a projetar todas as usinas térmicas que hoje estão prontas e salvando a pátria. Não fossem essas usinas operando agora e estaríamos como?

O tão propagado crescimento econômico, se houvesse de fato acontecido, não teríamos a energia necessária hoje em dia para sustentá-lo. Por que é tão difícil reconhecer isso? Por que é tão complicado aceitar o fato de que o Brasil tem no setor elétrico, um problema de dimensões comparáveis ao seu gigantismo geográfico?

Se um governo espera de verdade  um crescimento econômico, tem que preparar o campo para esse crescimento, senão, não dá!

Soluções são difíceis? São!  Mas todos os que são responsáveis ganham muito bem para isso, essa é a questão. Se matam para assumir essa responsabilidade. Atropelam tudo o que há pela frente para assumir esse "trabalho", então, que o façam!

O povo já está  muito cansado de assumir somente os custos enquanto "ELLES" levam apenas os benefícios.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TIJOLO ECOLÓGICO - PROBLEMAS COM UMIDADE NA CONFECÇÃO

O CIDADÃO, O SÚDITO E SEUS ORIFÍCIOS

COELHOS NA PISCINA