CONSCIÊNCIA, FATOS E INTENÇÕES

Por que estamos tão apáticos?  Por que precisamos ter incessantes propagandas ufanistas esportivas para resolvermos voltar a gostar de copas do mundo? Por que o povo brasileiro tem que ser submetido a todas as espécies de torturas físicas e mentais ao sabor de interesses políticos ou financeiros daqueles que jogam nos tabuleiros de seus interesses exclusivos?

Eu sei, de certa forma isso sempre foi assim!  Só que agora tem aumentado em proporções dantescas.

Nunca gostei de futebol. Mas isso sou eu.  Procuro respeitar os gostos desde que sejam verdadeiros e não impostos como uma falsa identidade nacionalista.  Minha preferência nacional, aliás, uma das poucas se resume à admiração pelas bundas femininas e as feijoadas.  Não sou católico, nem espirita, mas me contento em crer numa outra forma própria de admirar e respeitar o universo sem me considerar ateu.

Mas isso não me impede de observar o quanto somos manipulados por todos os lados. Desde o que devemos fazer, vestir, comer, e  até em quem  devemos votar para que também possam nos dizer o que temos que fazer, vestir ou comer.

Faço o que gosto, visto o que me agrada e como o que eu  quero.  Não aceito que me imponham o que devo sentir ou  pensar.  Embora já tenha sofrido a minha cota de lavagem cerebral desde a infância, aprendi com o tempo a me isolar de conceitos absolutos.  Nada, afinal, é absoluto!

Busco a famosa "metamorfose ambulante" do saudoso Raul e fujo do desejo de ser mais denso pra justamente "não segurar na cabeça o que eu penso"  contrariando  Fábio Jr.   São apenas fórmulas ditas de procura da tal felicidade que não existe na verdade.  Feliz, para mim, significa ser alienado.  Seja alienado e seja então feliz.  A ignorância é, na maioria das vezes, uma benção!

Conforme descrevi no cabeçalho desse blog,  "eu não sei de nada, só um pouco de tudo". Daí vem meus eternos questionamentos.  Daí meu entender do porque de tantos sábios viverem cheios de dúvidas e tantos idiotas cheios de certezas!  e "culpas", seguindo uma leitura inversa  do compadre Washington!

Talvez essa apatia que observo hoje em dia seja um sinal de que a tal "consciência" esteja começando a dominar as pessoas.  Talvez essa loucura em que o mundo mergulhou recentemente e sem uma causa definida nem consistência aparente possa representar exatamente o início dessa mudança comportamental.  O estertor do cadáver das velhas certezas, agonizante.

Existem portanto, FATOS e INTENÇÕES.  O primeiro é incontestável, o segundo o que manipula. Aquele que interpreta os fatos de acordo com seus interesses próprios.  Sem uma consciência, um povo pode ser manipulado mediante mecanismos já testados e aprovados pela história da humanidade.
Mas... e se a tal consciência começar a surgir ???

A consciência não reconhece mitos, não aceita o que a lógica refuta, não se aprisiona em conceitos, nem se submete às distrofias de caráter. A consciência é livre, didática, é a própria essência do universo.

E respondendo a minha própria pergunta inicial desse texto;  é justamente o nascer dessa consciência coletiva que vem fermentando o nosso país e  o nosso mundo nos últimos tempos.  Ela está nascendo. Embora certas resistências jurássicas ainda se matem para impedir isso e lutem com todas as forças moribundas para atrasá-la um pouco mais.  Só que se utilizam de mitos,  ilogicidades , conceitos enraizados além de apelarem às distrofias de caráter.  Mas de nada vai adiantar...

...a consciência chegou porque tem que chegar...!




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TIJOLO ECOLÓGICO - PROBLEMAS COM UMIDADE NA CONFECÇÃO

O CIDADÃO, O SÚDITO E SEUS ORIFÍCIOS

COELHOS NA PISCINA