OLHO NO OLHO

Apesar de já ter visto muita coisa, eu sempre me impressiono com determinados fatos.  Essa pendenga entre russos e ucranianos é uma delas. Um país que tem dentro de suas fronteiras algumas regiões onde a maioria da população é de "origem" russa, é agora obrigada a ceder seus territórios só porque essa maioria quer?
Seria esse um novo tipo de domínio após alguma invasão?  Se os russos ou de origem russa que vivem na Ucrânia não querem um sistema mais próximo da União Européia, então que vão para a Russia e pronto. A questão da soberania está acima de todas as outras.
Mas se querem se matar que se matem; desde que não incluam atos terroristas contra pessoas que nada tem a ver com seus problemas.
É claríssima a participação direta (nem indireta é) do governo de Moscou nesse atentado que chocou o mundo.  Mas o que a comunidade internacional vai fazer agora?  A ONU vai intervir diretamente?  Sendo que o representante da Russia se limitou apenas a dizer que os voos não deveriam passar por aquela região e fica por isso mesmo? Está me lembrando de quando Hitler invadia e anexava os países como queria e o mundo só protestando levemente.  Acabou do jeito que acabou!
Se a Europa depende tanto dos "gases" soviéticos, então que encontre uma maneira de não depender tanto. Essa chantagem já está indo longe demais. Existem sim, mecanismos de punição severa para os russos. Eles também dependem da comunidade européia.
Minha sugestão seria que a ONU enviasse tropas para avançar contra os rebeldes de origem russa e os expulsassem das fronteiras ucranianas que eles querem extinguir. Eliminassem a Rússia do Conselho de Segurança da ONU, e aplicassem sansões bem mais ásperas a eles.
E se houvesse resistência de Moscou, ainda perderiam também toda a Criméia que criminosamente tomaram posse.
Não há desculpas que justifiquem o que ocorreu com aquele voo que foi abatido por um míssil terra-ar  a 10 mil metros de altura.  Rebeldes não tem, nem sonham com armamentos desse tipo e dessa sofisticação. E sabiam sim...e muito bem em quem estavam escolhendo como alvo.  Com certeza com ordens expressas de Moscou.
Então se os russos estão pedindo...implorando...!
Basta começar a lhes atender o apelo.
Negociar?  Com quem e com o que?
É a mesma negociação que Israel faz nesse momento com o Hamas. Querem negociar agora pessoalmente e cara a cara.
Simples assim.!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TIJOLO ECOLÓGICO - PROBLEMAS COM UMIDADE NA CONFECÇÃO

O CIDADÃO, O SÚDITO E SEUS ORIFÍCIOS

COELHOS NA PISCINA