DOIS A ZERO

Muito bem, ontem, o processo de impedimento foi continuado na Câmara dos Deputados por maioria esmagadora.  Assisti a maior parte, assim como milhões de brasileiros.  Me incomodava bastante os discursos antecedentes aos votos por acreditar que, aquilo não era um palanque eleitoral, mas faz parte do processo e, com certeza, a maioria dos parlamentares adora fazer essas firulas para se mostrar aos eleitores.  No entanto, todas as vezes em que um deles dizia ao microfone que seu voto era "contra o golpe", me perguntava como poderia esse ser estar VOTANDO se realmente fosse um golpe?  Se os petistas e aliados governistas acreditam mesmo que seja um golpe, por que insistem em participar dos debates?  Simples... porque NÃO HÁ GOLPE ALGUM...!!!!
Todos os trâmites chatos, incessantes, longos, estão sendo seguidos segundo reza a Constituição.
A diferença é que eles tem menos votos e numa democracia isso significa derrota da minoria pela maioria conforme ficou bem claro ontem.
Diziam que Dilma foi eleita legitimamente com mais de cinquenta milhões de votos,... certo!!!  Mas os distintos parlamentares também não o foram cada qual com seus respectivos eleitores?  Além do mais, Dilma ainda teria todos esses milhões caso houvesse uma consulta popular?  Não foi ela que enganou a todos cometendo o CRIME através das tais "pedaladas" para ludibriar seus eleitores escondendo a real situação financeira por que passávamos?

Fiquei feliz sim, com o resultado, mas, ao mesmo tempo também triste em ver a decepção estampada nos rostos dos inúmeros manifestantes a favor do governo.  Não curto esse negócio de ficar tirando com a cara de ninguém, não vejo a política como a maioria que geralmente fazem comparações com futebol.  Os rostos tristes também eram de brasileiros como eu.  Não são meus adversários nem muito menos, como insistem em pejorar, meus inimigos.  São apenas pessoas que ainda não se deram conta do mal que o PT fez ao Brasil e que procura cobrir com o miserável e curto cobertor dos avanços sociais.  É certo que houve, mas o custo foi extremamente alto.  Basta olharmos agora para a nossa atual situação.  Desemprego, recessão, criminalidade, descrença, desânimo, inflação, tudo em taxas altíssimas.  Isso não é culpa da oposição, da Lava Jato, do mercado externo...enfim...isso é o resultado de práticas que sempre critiquei em todos os lugares onde escrevi.   Nunca acreditei nesse troço em que TODOS GANHAM... pois não existem mágicas que possam sustentar tais fatos.

Agora o processo segue para o Senado em duas etapas, e, com certeza irão pedir socorro ao Supremo.  Acho até bom,  pois, dessa forma, fica enterrado de vez essa tese ridícula de golpe.

Mas também fica cada vez mais claro que o cidadão e a cidadã brasileiros,  não mais passarão as mãos em cabeças coroadas.  Quem vier a assumir compromissos em administrar o País, os Estados, e Municípios, pode ter a certeza de que um novo tempo começou efetivamente.

Um tempo em que as antes poderosas "militâncias"  perderam também seus poderes.   Aos poucos e também com frenética velocidade, o povo vai finalmente sabendo exigir o que lhe é de direito e que também lhe custa muito caro.    Não só em valores monetários, mas também em outros valores menos concretos e mais expressivos dentro de contextos... digamos... morais e éticos.

O poder do voto foi agora, mais ampliado!!!!


Comentários

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

TIJOLO ECOLÓGICO - PROBLEMAS COM UMIDADE NA CONFECÇÃO

O CIDADÃO, O SÚDITO E SEUS ORIFÍCIOS

COELHOS NA PISCINA