O MUNDO EM PERIGO


Esse título, tantas vezes usado em filmes que descrevem o final do planeta por algum ataque alienígena, ou através de mutações genéticas provocadas, podería muito bem ser usado em uma nova produção.
Não dá pra fugir. Não tem como não demonstrar preocupação. Uma preocupação até estéril, devído a impotência de se fazer algo. Ao menos por enquanto.
Ví a foto daquele "pelicano" todo lambuzado do pegajoso material negro que com certeza irá lhe tirar a vida em pouco tempo. Sentí o seu (dele) olhar tríste, e silenciosamente pedindo por algum tipo de ajuda. Qualquer ajuda!
Meu sobrinho quando esteve aqui, me disse que alguns amigos, e amigas dele que vivem na costa americana, já sentem faz um bom tempo, o cheiro insuportávelmente forte de algo como diesel, ou outro combustível, vindo do mar.
Incrível como a química pode fazer mágicas rapidamente. De um dia para o outro, o famoso "ouro negro" se tranforma na terrível "merda negra".
Essa merda que jorra sem parar das profundezas oceânicas, ameaçando toda a bio diversidade marítima, e agora os mananciais costeiros.
Lembro certa vez, de assistir um biólogo chorando enquanto aos seus pés dezenas de milhares de aves agonizavam em meio ao óleo.
Tudo para que os ditos "humanos" possam mover as suas máquinas da felicidade.
No mesmo portal onde surge a triste imagem do pelicano, pude ver um chamado para um novo tipo de gel, que tem a propriedade miraculosa de "aumentar o bumbum.
Nada melhor para ESQUECER então o pobre pássaro com seus problemas, e partir para analisar esse novo produto.
Isso, até que a mídia continue mostrando que a "merda negra" continua fazendo os seus estragos.
Espero que isso sírva como um aviso, para que nossas extrações do pré-sal, sejam ao menos melhor estudadas, e todos possam estar preparados para (espero que não) enfrentar um problema parecido.
Segundo a empresa britânica que confessou hoje estar totalmente despreparada para enfrentar tal situação, espero que nossos técnicos, possam tirar proveito disso, e não usar os mesmos argumentos caso o mesmo ocorra por aqui. Afinal, nossa extração está ligeiramente mais profunda, e com certeza, a impossibilidade de corrigir qualquer erro, é nítida.
Ao contrário do povo americano, só possuímos uma única costa. Perdê-la dessa maneira, sería algo extremamente imperdoável. Afinal, o aviso foi, e está sendo dado.
Minha sugestão, é que o governo se encarregue de vez, em investir mais em combustíveis alternatívos. Aos poucos poderemos deixar essa "merda negra" voltar a ser apenas um depósito natural de carbono, que as eras se encarregaram de esconder.
Infelizmente essa sugestão com certeza não encontrará amparo diante das razões comerciais, mas apenas nos sofrimentos, e nas vidas que agora estão sendo banhadas pela morte nas praias e mangues americanos.
O que não tem remédio, remediado está! ...

...agora é só esperar!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TIJOLO ECOLÓGICO - PROBLEMAS COM UMIDADE NA CONFECÇÃO

COELHOS NA PISCINA

O CIDADÃO, O SÚDITO E SEUS ORIFÍCIOS