PROCURA-SE ANIMAL, CRIANÇA DOENTE

Quem ainda não se deparou com um cartaz, um sufite fixado no mercado, ou comércio qualquer?
Fico imaginando os verdadeiros dramas familiares que se escondem por trás desse simples comunicado pedindo ajuda.
Realmente, as crianças aprendem a lidar com as perdas, a partír desses pequenos fatos.
Mas é muito difícil para um pai, ou uma mãe, ver o que o filho, ou filha está passando, e acaba toda a família se envolvendo na questão.
Onde foi parar aquele gato? Ou o cachorrinho? Ou o pássaro? Enfim, uma grande variedade de companheiros de lar, que por motívos diversos, encontram uma oportunidade de dar um passeio, e não mais voltam.
Dificilmente uma criança aceita um substituto, afinal, o amiguinho dela era exclusívo, e nada pode substituír aquele carinho cultivado durante longo tempo.
Muitas delas contam segredos, suas aflições, seus problemas, seus sonhos, e então, como que por magía, seu companheiro desaparece levando com ele todas as seus sonhos e segredos.
Vem a febre, a prostração, a falta de apetite, e toda uma série de problemas que apesar de muita gente achar que é frescura, com certeza causa algum tipo de impacto na mente daquela criança.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TIJOLO ECOLÓGICO - PROBLEMAS COM UMIDADE NA CONFECÇÃO

COELHOS NA PISCINA

O CIDADÃO, O SÚDITO E SEUS ORIFÍCIOS