CICLO

Hoje, voltando da fábrica onde fui fazer alguns preparativos, de repente sou pego por uma sensação muito estranha. Durante os vinte quilômetros que tive que percorrer em meio à avenidas, ruas, e uma estrada, acabei ligando o "piloto automático" termo que costumo usar quando não me lembro do caminho. Parece que continuo atento a tudo sem no entanto lembrar depois.
Mas hoje foi completamente diferente. Começou eu acho, quando um determinado semáforo abriu.
A partir daquele instante um relaxamento profundo me invadiu. Não ouvia nenhuma música, não estava preocupado, muito menos pensativo ou tendo alguma "viagem", simplesmente tudo ficou diferente.
Tive a sensação estranha de que podia ouvir mais e com mais detalhes, podia sentir até a textura daquilo em que meus olhos fitavam, podia enxergar melhor, podia sentir como se tudo à volta fizesse parte de uma enorme bolha ligada a mim por alguma força inexplicável. Tentei me concentrar para saber como manter aquilo por mais tempo, então percebi que quase não respirava.
Fiquei tão relaxado que nem respirava, acho que não precisava disso, ou então, o fazia sem muita necessidade.

Que loucura!!!

Eram 12:30 e ainda estou tentando me manter assim agora às 18:50!

Embora não entenda o que esta havendo é muito bom isso...nossa!!!

Minha filha Jennyfer me pergunta se estou bem...é claro que estou...só estou...como diria???  Sentindo!!!

Não é alegria, não é tristeza, não é euforia...só serenidade...muita...muita...

...serenidade!!!!

Em tempo (como escreve um grande amigo)... A Jennyfer me deu essa sugestão de vídeo...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TIJOLO ECOLÓGICO - PROBLEMAS COM UMIDADE NA CONFECÇÃO

O CIDADÃO, O SÚDITO E SEUS ORIFÍCIOS

COELHOS NA PISCINA