NARIZES VERMELHOS

Mais um sábado ensolarado em que decido fazer aquele "cooper internético" passando por diversos portais de notícias, visitando blogs, lendo opiniões, ou simplesmente buscando algo que nunca sei exatamente o que, para distrair um pouco, já que problemas de saúde na família são sempre extenuantes e requerem uma certa prontidão...!

Tamanha é a propaganda que fazem da revista "Veja", que confesso estar pensando seriamente em fazer uma assinatura. Nunca vi algo assim. Sei que é uma publicação "partidária" não há como negar, mas imputar-lhe um poder que realmente não tem, só pode sair do delírio daqueles que se acham perseguidos (veja bem) pelas culpas sempre comprovadas mais cedo ou mais tarde, é coisa de um vitimismo sem vergonha de incompetentes em argumentar com mais coerência do que o  famoso ""-eles fazem também"""...


Eu sei que fazem!  Recentemente apareceram denúncias de venda de emendas em São Paulo de que 30% dos parlamentares praticam. Bem...nesses 30% devem ter muitos oposicionistas metidos ora essa!
Mas o caso parece ter caído no esquecimento pela ilustre mudança dos holofotes em direção à Brasília.

Que todo político É SEM VERGONHA eu não tenho dúvidas. Sempre deixei isso bem claro aqui e em todos os lugares que comento. Alguns podem se defender mostrando aqui e ali que realmente trabalham, se é que podemos chamar aquilo de "trabalho" em vista de tantos benefícios que acumulam, usufruem e esfregam na cara do povo a quem dizem representar.

A grande maioria do povo brasileiro não gosta de política, aliás, eu também não, mas não dá pra se alienar do assunto completamente. A política está presente em tudo cada vez mais. Exercitamos ela até quando emitimos alguma opinião seja sobre assuntos de programas de televisão, de atitudes dos outros, ou até sobre a porra do clima!  Tudo é política, mas uma política saudável, não a que é exercida (e exageradamente remunerada) de forma "profissional".

Já me disseram certa vez que só existem 3 ou 4 formas de se enriquecer. Uma é nascendo rico, outra é, casando com alguém rico, outra então é, ganhando na loteria, quem sabe também, recebendo uma herânça?
Mas uma bem mais rápida é, sendo um político.  Não tem jeito, é batata!!! Dinheiro público...O NOSSO, é com certeza absoluta, o sonho de 11 entre 10 honrados servidores que nos representam.

Agora, imputar poderes à mídia que ela efetivamente não tem, já é um absurdo grotesco em nome da falta de argumentação de defesa. A polícia investiga, a imprensa publica, ou a imprensa investiga e a polícia assume o restante da apuração...é fato e pronto!

Houve crime? Então que seja feita a justiça para que, enfim, os fabricantes de narizes vermelhos não se tornem mais uma forma de enriquecer devido a enorme demanda.

Presunção de inocência é um direito constitucional, certo...!  

...mas paciência tem limite...



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TIJOLO ECOLÓGICO - PROBLEMAS COM UMIDADE NA CONFECÇÃO

O CIDADÃO, O SÚDITO E SEUS ORIFÍCIOS

COELHOS NA PISCINA