A INCÓGNITA GERMÂNICA

Sinceramente tenho que admirar o povo alemão. Outro dia no blog do Noblat, uma moça escreveu uma daquelas "Cartas de Berlim", (ela mora e escreve de lá), constatando que o povo de lá, trabalha menos horas que o daqui e produz muito mais e com mais qualidade.  Os povos germânicos sofreram e superaram seus sofrimentos ao longo de séculos e, de uma maneira que chega até a assustar.

Foi quase que totalmente arrasado física e financeiramente na primeira guerra. Recentemente quitou seu débito internacional desse primeiro conflito . Foi novamente arrasada no fim da segunda guerra. Acredito que nenhum país foi tão destruído quanto a Alemanha depois desse triste episódio. Suas cidades foram reduzidas literalmente a pó. Seus habitantes, obrigados a viver como ratos e ainda terem que se sujeitar à penalidades internacionais impagáveis. Não que não merecessem, afinal, também proporcionaram ao mundo o espetáculo do que pode acontecer quando se cria e alimenta mitos.

Mas; passando esse período nefasto, ainda se viram divididos por um "lamentável" muro social!  De um lado, o exemplo de recuperação, de superação, de vontade em atingir objetivos concretos. Já de outro lado, a estagnação, a pobreza, o julgo, enfim, a verdadeira prisão. Quem tentasse fugir, era morto e fim de papo!
(bondades do socialismo)

Logo que o muro caiu, o país se viu em outro problema de proporções catastróficas; como absorver toda aquela gente do leste? Como introduzi-los na economia ou, de volta pra vida?

Hoje, com esse problema já superado, as dívidas sendo quitadas, o país reconstruído e sobressaindo como a maior e mais forte economia da Europa, realmente me causa espanto.

Ainda me lembro das histórias do meu avô Franz Wernner Kaspar acompanhado de minha avó Katharina Zink.  Tanto sofrimento que presenciaram nas décadas de 1920. Um povo que sofreu, vítima, muitas vezes de seus próprios atos. Mas nem por isso pode ser deixado longe das margens da admiração!

Deutschland; quem te viu, quem te vê!



...embora nunca tenha lhe visto!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TIJOLO ECOLÓGICO - PROBLEMAS COM UMIDADE NA CONFECÇÃO

O CIDADÃO, O SÚDITO E SEUS ORIFÍCIOS

COELHOS NA PISCINA