PROCESSO...NÃO PROCESSO...EIS A QUESTÃO!

Existem conceitos interessantes dentro da estratégia militar que consistem em provocar o inimigo para, em razão da resposta, se obter informações sobre sua força. É certo também que, uma vez detectada essa intenção, o adversário pode muito bem reagir de forma enganosa ludibriando e interferindo nas informações.
Mas; uma situação que pode caracterizar a completa ineficiência é,  não haver reação nenhuma.!

Evidentemente que estou me referindo à uma ação que obrigatoriamente deveria ser respondida, não uma operaçãozinha medíocre qualquer.  Seria uma reação de caráter obrigatório, caso contrário, até o simples agente provocativo ou o suposto ataque já seria, por si só, de nível vitorioso.

O governo não perde uma única oportunidade em atacar a imprensa, aquela que não beija sua mão, não aquela que se prostituiu.  Mais especificamente a revista Veja que, diante de tantas "mentiras" publicadas, obrigou a pobre vítima dessas "inverdades" a demitir Ministros de Estado, além de pautar suas ações em função das mesmas "mentiras" que são ou não publicadas.

Recentemente, a revista Veja,  publicou uma matéria em que o empresário condenado Marcos Valério deixa claríssimo que o Ex-Presidente Lula, não só sabia sobre o mensalão, como o acusa de ser o chefe do esquema.  Na verdade, a revista publicou que pessoas próximas a Valério é que teriam dito o que ele acusou.

Imediatamente houve a reação!

Blogs governistas atacaram quem????  A revista!!!  Ridicularizaram a matéria, desqualificaram a publicação, convocaram até a militância para uma guerra santa para defender o Ex-Presidente .  E só.....!

A oposição ensaiou alguma movimentação, isso provocou arrepios nas hostes governistas, mas como nesse pais, oposição e situação costumam compartilhar dos mesmos mecanismos de tomar, primeiro o voto, depois o dinheiro do contribuinte, ficou só por isso mesmo!

Não entendo muito de procedimentos jurídicos, mas sei muito bem que, se alguém me acusar daquilo que não sou, nem daquilo que não fiz e o fizer de forma pública, eu , com certeza lhe meto um processo judicial.

Se Lula nada sabia, se foi traído, se tem agora uma excelente oportunidade de PROVAR isso processando, ou a revista Veja, ou Marcos Valério que, além de tudo, é bandido já condenado, por que não o faz?

Cabe então ao cidadão buscar algumas respostas;

Primeira -  Lula não quer se rebaixar e entrar na provocação leviana preferindo "deixar-pra-lá", afinal, nunca se "incomodou" com aquele lixo!

Segunda -  Ele não tem dinheiro para pagar os estratosféricos honorários e acha mais barato só deixar o partido tomar as suas dores convocando uma guerra da militância contra as "mentiras e leviandades" publicadas (sem especificá-las).

Terceira - Ainda não sabe a quem processar, já que, a revista diz que foram entrevistas concedidas por pessoas próximas a Valério e não ele próprio.

O que me irrita nisso tudo, é que, a Veja faz um acordo com Valério dizendo que não irá citá-lo como entrevistado protegendo assim a sua fonte assumindo assim, o claro risco de ser alvo de processo.
Também deve ter a gravação dessa entrevista, presumindo que; caso seja processada, terá que obrigatoriamente torná-la pública.

Dessa forma, o bandido condenado pôde enviar um "recado" bem eloquente ao seu destinatário de que não vai aceitar pagar tudo sozinho.   Ao contrário de Delúbio, não é militante e não tem vocação de mártir partidário!

Valério tem garantias muito bem guardadas, senão, nem vivo estaria.  Uma das hipóteses, é uma tal de "quarta fita" já mencionada no Blog do Noblat onde exibe informações que, segundo ele, derrubariam a República petista.

A ordem então é clara!!!!  NÃO MEXAM COM VALÉRIO!!!!!

Se o processo existir, se a reação for executada, se a revista Veja for acionada judicialmente por calúnia, injúria, difamação, ou até "heresia e sacrilégio", terá forçosamente, de publicar o áudio em juízo. Valério será obrigado a responder por mais coisas.  A enxurrada de materiais probatórios que cair no colo de Juízes nos tribunais, irá forçá-los ao risco de serem novamente chamados de vendidos à mídia e à oposição.

É impressionante a forma como estão tratando os membros do STF.

Aqueles a quem um Senador petista do Acre se referiu na tribuna dizendo ; - "...eles não foram "colocados lá", para isso"...


...mas esqueceu de mencionar para "que"  eles foram "colocados lá"!!!




...dois Ministros, ainda se lembram...!   Mas está difícil...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TIJOLO ECOLÓGICO - PROBLEMAS COM UMIDADE NA CONFECÇÃO

COELHOS NA PISCINA

O CIDADÃO, O SÚDITO E SEUS ORIFÍCIOS