O QUE É, E O QUE NÃO É DO JOGO

Numa conversa que tive hoje pela manhã com um Pastor Evangélico, fiquei sabendo que um vereador aqui da cidade foi, por assim dizer, expulso do partido. Segundo o meu amigo Pastor, o tal vereador era um idealista, ou seja, era movido por seus ideais. Sua primeira decepção com o partido foi o de que suas ideologias viriam em segundo plano e que as de primeiro plano eram as do partido. Assim segue também o Brasil. Segue sendo vítima de mal uso da máquina, de crimes e irresponsabilidades sem tamanho visando unica e exclusivamente suas políticas partidárias.
Mas voltando ao assunto que tive com o amigo Pastor, ele me dizia que esse conhecido dele foi, logo que eleito, obrigado a frequentar as reuniões do partido onde ficou sabendo que deveria fornecer 26% do seu ganho para o mesmo. Não sei se isso é comum, talvez seja, e não é essa a questão negativa, mas aquela que foi apresentada logo depois. O tal vereador deveria votar contra tudo o que fosse apresentado pela situação. Tudo...simplesmente tudo, mesmo que aquilo realmente representasse algum avanço ou beneficio real a população. Justificativa?  Iriam assim, enfraquecer o poder do adversário que seria então obrigado a "negociar" com eles.

Nem preciso dizer a qual partido esse infeliz se enfiou. Sim, foi o PT. Até porque se lembrarmos bem, não houve um único avanço significativo do Brasil nas últimas décadas antes de sua posse que não tenha sido sabotado politicamente por ele. Desde o plano Real, passando pelas reformas fiscais, a constituição, as leis de responsabilidades, enfim, muitas coisas que ajudaram o PT a governar foram simplesmente combatidas por eles.  Nada do que a situação fazia há época era bom. Hoje, como situação, ainda veem a oposição agir democraticamente apoiando alguns de seus projetos caso sejam em benefício do País.

É assim que age o PT. Quer a hegemonia, quer o poder amplo e absoluto. Não se contenta em ter somente parte dos Três Poderes Republicanos.   Ele quer todos...!   Querem Lula de uniforme verde-oliva com um copinho de pinga na mão!  ...e o povo todo lascado mas sorridente erguendo o punho em saudação ao grande-pai!

Se houve alguma dignidade nesse partido em algum tempo, o poder a destruiu.  Se houve alguma identidade democrática foi no mesmo rumo.  O PT não sabe governar um País.  Mas sabe muito bem usar o poder para obter mais poder. Assim agem os grandes bandidos, os grandes ditadores, aqueles que fizeram ao longo da história sua falsa biografia mítica, ser substituída pela verdade dos fatos.

Eu...até bem pouco tempo ainda defendia o PT.  Não militantemente mas como um partido que, assim como os outros merecia estar em disputa.  Porém, mesmo não vendo nenhuma outra sigla que me disponha a eleger, considero esse partido de vagabundos, de criminosos, de sabotadores de vampiros da sociedade, um mal tão grande ao meu País, que será muito...mas muito difícil algum outro governo próximo fazer voltar ao rumo certo do crescimento mínimo.

Mas seus dirigentes... sua cúpula....esses sim, já estarão com a vida mansa.

 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TIJOLO ECOLÓGICO - PROBLEMAS COM UMIDADE NA CONFECÇÃO

O CIDADÃO, O SÚDITO E SEUS ORIFÍCIOS

COELHOS NA PISCINA