OUTRO CONFLITO NA AMÉRICA LATINA?????

Certa vez, lendo um livrinho interessante chamado, "Enterrem Meu Coração na Curva do Rio"  de  Dee Brown, não pude deixar de perceber certas coisas pitorescas que acontecem com todos nós humanos aqui nesse planetinha tão rico e tão conturbado.

A narrativa do livro se desdobra sobre o sofrimento do povo indígena norte americano tendo que abandonar suas terras em função do crescimento descontrolado do homem branco. Até aí, tudo bem, afinal de contas, sempre existiu esse conceito desde os primórdios da civilização em que, um povo mais desenvolvido subjuga e controla ou domina os menos desenvolvidos.

O que acho interessante é que, justamente sob os pés desses povos mais fracos é que repousam verdadeiras maravilhas e fortunas incalculáveis.  Mesmo retirando nações inteiras e as relocando em outras pradarias consideradas imprestáveis, passado um tempo, algum animal ia lá e encontrava verdadeiras fortunas que não haviam sido antes detectadas.  Parece uma piada de humor negro.

E o mesmo ocorreu no nosso Brasil, e o mesmo fizemos com nossos indígenas e o mesmo ainda fazem muitos países onde loucos possam, por qualquer intermédio, vir a serem colocados no poder.

Hoje me deparo, perplexo, com uma notícia de que o excelentíssimo imbecil e assassino ditador da Venezuela, está tentando manobrar uma distração para o seu povo já cansado e no limite da aceitação de que ele ainda continue respirando.

O animal bolivariano decidiu que vai porque vai, tentar pegar de uma vez por todas, um território junto à Guiana e que está em litígio há mais de um século.  Patriotismo?  Decisão acertada?  Bem, segundo o próprio Maduro, será resolvido nem que seja à bala, ou seja, numa invasão ao pobre e indefeso país minúsculo.  Mas por que essa decisão ser tomada agora?  Porque um daqueles animais encontrou grande quantidade de petróleo na região em litígio.... isso também não parece uma piada?

É lógico que a pobre Inglaterra não vai aceitar muito feliz algo assim, talvez do mesmo jeito que também não aceitou quando outro louco tentou tomar suas possessões chamadas "Falklands" no início da década de 1980.  E olhem que nem tem nada por lá.  Mas agora há petróleo e todos sabem como essa merda preta pega fogo.

Agora imaginem o combustível de alta octanagem que está vazando por toda a América latina.  É lógico que todos querem uma solução pacífica, mas ...se em mais de um século não foi possível, agora com essa nova descoberta haveria alguma chance real de frear os ânimos daqueles que se dizem revolucionários bolivarianos diante desse produto altamente capitalista?  E ainda tendo do lado oposto os interesses de Nações conhecidas por imperialistas?  E que posição o Brasil iria tomar diante desses fatos?  Apoiar Maduro em favor do socialismo bolivariano ou apoiar o imperialismo que nos últimos 13 anos tem espancado incansavelmente?

É lógico que as batalhas começarão pela internet com os esquerdistas vindo com suas velhas ladainhas sobre um direito venezuelano antigo que lhes foi arrancado pelos imperialistas cruéis e por aí vamos à dezenas de décadas de demônios para trás.

A Venezuela "flutua" sobre um mar de petróleo, então, isso não é desculpa.

Para mim, essa merda negra já deveria estar abandonada há muito tempo.  Com tantos conflitos em função direta ou indireta sobre ele, já deixou por demais o rubro e o negro derramados sob o céu.

Então, se havia um litígio sobre a região conhecida por "Essequiba"  ela acaba agora e fica com a Guiana. Ou se negociem acordos para o uso conjunto até a solução se algum dia vier.  Qualquer outra alternativa sangrenta iria mostrar, mais uma vez, como são hipócritas os ditos revolucionários bolivarianos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TIJOLO ECOLÓGICO - PROBLEMAS COM UMIDADE NA CONFECÇÃO

O CIDADÃO, O SÚDITO E SEUS ORIFÍCIOS

COELHOS NA PISCINA