PERIGOSAS PERUAS

Existe um certo sentimento de perplexidade hoje no Brasil.  Aos poucos, os brasileiros vão tomando conhecimento das reais circunstâncias que explicam, de certa forma, o porque de,  apesar de todos os nossos esforços, o país sempre se encontrar em situações muito abaixo do seu verdadeiro potencial.

Estou me referindo tanto à tal "Operação lava-a-jato", quanto às demais crises políticas, institucionais e também da economia que causam atualmente uma crescente paralisação no nosso setor produtivo e de consumo.

Ontem, alguns políticos de alta plumagem tiveram suas casas e empresas visitadas pela Polícia Federal e consequentemente, alguns de seus "brinquedinhos" foram apreendidos.  Só o Senador Fernando Collor de Melo teve seus três "carrinhos" levados, um Porche, uma Ferrari e uma Lamborguini... tudo coisa modesta frente ao humilde povo alagoano.

Houve então uma grita geral. Senadores protestaram pela atitude truculenta da polícia e estão agora discutindo méritos, métodos, modelos, toda aquela briga de madames em que as duas dondocas se pegam em público e, aos poucos, vão perdendo pedaços de sua vestimenta e exibindo suas partes para quem quiser observar... É deprimente.!

 Existem atualmente, tantas operações policiais e investigativas dos mais diversos nomes, que transformam tudo numa salada podre de descobertas e encobrimentos e sonegações, omissões, e delações, que, ao que parece, tudo caminha para a mais completa impunidade no final.

Membros dos mais importantes Poderes da República se encontrando secretamente fora do país para "negociarem" situações e soluções.  Ministros de Estado saltitando entre a imprensa e a Justiça elaborando textos e contextos dos mais absurdos com a única finalidade de livrar-a-cara de seus mandantes.  Duas imprensas antagonistas distribuindo as mais diversas versões, para alimentar os dois lados da mídia.    Juristas se posicionando em dois blocos distintos e antagônicos ora se apegando aos fatos e às leis, ora se prostituindo em função de verbas, cargos ou, quem sabe, alguns substantivos mais concretos e agradáveis.  Enfim, tudo tem acontecido diariamente e constantemente exposto por todos os lados.  Talvez seja esse o plano.  Esgotar... saturar... cansar o brasileiro que já não tem muito saco para essas coisas, desde que elas não interfiram diretamente nos seus próprios interesses umbilicais.  Mas...se tiram os empregos, mexem nos benefícios sociais, demonstram às sujeiras explícitas no futebol, aí sim, o cidadão começa então a... quem sabe? "filosofar" o sentido das coisas.

Assim, conforme essa estiagem forçada nos tem dado mostras de como precisamos repensar o uso de nossa água e nossa energia, quem sabe também, essas  "peruas" se debelando em público mostrando o quanto não tem vergonha em mostrar suas partes íntimas para que todos possam, enfim, tomar conhecimento da nossa verdadeira situação, não sirva também para repensarmos se devemos ainda continuar quietos e mansos diante da, muito provável, impunidade que está se formando no horizonte.

 Afinal de contas, toda confusão tem por finalidade, não dar em nada mesmo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TIJOLO ECOLÓGICO - PROBLEMAS COM UMIDADE NA CONFECÇÃO

O CIDADÃO, O SÚDITO E SEUS ORIFÍCIOS

COELHOS NA PISCINA