ENQUANTO A DEPUTAIADA DEPUTA NA DEPUTARIA.



Ainda falta quase uma hora para buscar minha filhota no ponto de ônibus. O calor insuportável dessa noite não me deixa dar sequer um pequeno cochilo. Na TV, nada que preste realmente. Então, depois de um cigarrinho no corredor de fora de casa, fico imaginando o porque do tal "tiririca" querer saber o que faz um deputado.

É certo que ele agora já deve saber, no entanto, parece não estar muito confortável em dividir seus conhecimentos com seus eleitores. Vá lá saber o motivo, eu tenho minhas suspeitas.




Procurei no google sobre o verbo "deputar", e achei a seguinte explicação logo de cara:


Deputar: delegar e incumbir
Definição de Deputar


Classe gramatical de deputar: Verbo transitivo

Tipo do verbo deputar: regular

Separação das sílabas de deputar: de-pu-tar

Possui 7 letrasPossui as vogais: a e uPossui as consoantes: d p r tA palavra Deputar escrita ao contrário: ratuped


Gostei do contrário "ratuped" ...me lembra rato, ou rato que pede, uma coincidência bem eloquente.


Mas me confundo com o tal "delegar", "incumbir".

Acho que descobri o motivo pelo qual parecem estarem contra as palmadas nos bumbuns infantis. Talvez imaginem que com essa falta de atitude dos pais, possam ter mais correligionários de "qualidade" no futuro.


Agora querem criar mais uma CPI com base em provas incontestáveis divulgadas por um jornalista em um livro.


Bem...se são provas, e são incontestáveis, por que os personagens e seus coadjuvantes ainda não estão presos?
Se são provas incontestáveis, o que dizer da justiça que de posse ainda dessas provas durante todos esses anos nada fez? Por que pagamos esse pessoal afinal?


Por Deus...ninguém foi preso ainda???


Por demo...ainda estão soltos????


Depois, ainda fico sabendo que envergar uma toga hoje em dia, é quase como vestir um "Manto Papal" só que a tal infalibilidade se transforma em "imputabilidade"...tinha que ter puta no meio dessa palavrinha também!


Nada contra as prostitutas que ganham seu suado (literalmente) dinheirinho e não devem satisfações a ninguém! Uso no pejorativo mesmo!
Hoje em dia, as árvores ministeriais parecem ter amadurecido seus frutos, quase todo mês cai um. E não é de maduro não, mas sim, de podre.
O governo federal ganhou a oportunidade de - em nome da crise internacional - , gastar até 20% do orçamento com quem quiser, onde quiser, quando quiser, e ...se quiser! Que lindo!!!!


Tiritica....estou aguardando teu pronunciamento sobre essa "deputânça" toda!!!!!




Vossa excelência só tem mais um ano exato para nos dizer. Depois será, segundo o calendário Maia...




...tarde demais!










Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TIJOLO ECOLÓGICO - PROBLEMAS COM UMIDADE NA CONFECÇÃO

O CIDADÃO, O SÚDITO E SEUS ORIFÍCIOS

COELHOS NA PISCINA