NADA SE COMPARA AO ...AMOR!

Lendo uma notícia sobre a cantora islandesa Sineád  O'Connor sobre a separação precoce do seu quarto marido, uma coisa me chamou a atenção.
O fato de ela ainda sentir, ou ao menos dizer sentir, um grande amor por ele.
O que mais me surpreendeu foi o que ela disse...-"se você ama, você liberta"!!!   Adorei. Penso da mesma forma.
Quantos casais por exemplo se aturam, convivem às turras, sentem-se como proprietários um do outro, jamais se entendem de verdade, mas não abrem mão absolutamente da liberdade do outro.
Gostar de alguém, é uma coisa, amar alguém é diferente. Não pode haver o egoísmo, a posse de outra pessoa, não há como sustentar um relacionamento nesses termos;

Já diziam que "ninguém é de ninguém", portanto, pra que insistir em dominar a relação?
Isso é amar?

Amar é, saber abrir mão do outro quando percebe nitidamente que o relacionamento não está bem para o outro lado. O resto é egoísmo. É manter alguém ao nosso lado mesmo que essa pessoa esteja sofrendo por falta da liberdade.
Ninguém tem esse direito. Ninguém!

O verdadeiro amor nunca acaba, se acabou, é porque não era verdadeiro e ponto final.

Nunca me casei, porém, tive um relacionamento e fui abençoado duas vezes com duas meninas, agora moças, maravilhosas. Tive outro relacionamento anterior no qual também fui abençoado com um rapaz, hoje um homem fantástico, mas a vida seguiu, continuou seguindo...

Se tivesse insistido nessa união, teria hoje provavelmente mais lembranças tristes do que alegres.

E o que é a vida senão uma junção de lembranças do que vivemos?  De sentimentos originários naqueles bons e maus momentos por que passamos? Juntos ou solitariamente?

Portanto, entendo que o fato de amar alguém, não lhe dá o direito de propriedade sobre o corpo, sobre às atitudes, nem os pensamentos, sonhos e desejos desse alguém.

O resto...

É literatura de corno!


Valeu Sineád!!!!   Um beijo e felicidades pra você.

Saudades dessa...

 http://www.youtube.com/watch?v=xnbHBYhsM-4



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TIJOLO ECOLÓGICO - PROBLEMAS COM UMIDADE NA CONFECÇÃO

O CIDADÃO, O SÚDITO E SEUS ORIFÍCIOS

COELHOS NA PISCINA