DA PRIMAVERA AO INVERNO...UM INFERNO

Realmente é bem complexo o caso da Síria. Envolvida em uma revolução contra o domínio de um ditador (mais um), segue seu rumo sendo convenientemente massacrada por soldados de seu próprio exército.
Eis mais um caso em que os referidos "zumbis" que mencionei no post anterior, conseguem se livrar do estado "zumbídico" e partem em busca da liberdade e da democracia.
Bashar Al Assad com aquele sorrisinho típico de bonachões sanguinários, envia seus soldados para matar, trucidar, esmigalhar homens, mulheres e até crianças que estejam em seu caminho. Conta com o apoio da Russia, da China e a inércia de Israel que apenas como tantos outros, torce para que o povo vença.
Mas como vencer tamanha força? Como sustentar um levante tão desproporcional e com pouquíssimas chances de vitória?
Apenas com corações e mentes sonhadoras? Isso pode muito bem ser arrebentado por um projétil ou um estilhaço.
Os horrores que esse povo está presenciando parece não comover ninguém, basta que estejam "foliando" enquanto os ritmos frenéticos das armas automáticas rasgam às carnes até de bebês!!!!

Essa primavera Árabe já se transformou em inverno faz tempo.

Tudo é questão de política, governos não intervém para não engrossar o caldo, já que existem sérias divergências sendo postas às mesas de negociações. Os russos querem garantir seus últimos aliados no Oriente Médio, os chineses idem, e como é que fica? Pode tudo agora?
Os EUA abdicaram de seus aliados em favor de grupos revolucionários perigosos identificados tanto na Líbia do Muamar "Kadáver", quanto no Egito de Hosni Mubarak. Seguem agora os próximos sem que, dessa vez, possam intervir. Caso o façam, arrastariam também os Iranianos de Mahmoud Ahmadinejad para a ceia.

Os próprios países da liga Árabe estão revoltados com esse Assad. Querem também depô-lo, mas como?
Enquanto isso, crianças são sacrificadas. Nem soldados conseguem cumprir o seu dever dessa forma, tanto é que o número de dissidências está aumentando nas patentes mais inferiores, para desespero dos fieis e mais cruéis postos mais avançados.

Mas ditadores são assim...todos eles...não largam o osso, preferem continuar até a última gota de sangue para depois serem depostos ou mortos. O ruim é que o sangue é sempre dos outros.

Não entendo nada sobre "sunitas" ou "xiítas", mas entendo algo sobre "liberdade" e é isso que o povo sírio quer.

Liberdade e vida!!!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TIJOLO ECOLÓGICO - PROBLEMAS COM UMIDADE NA CONFECÇÃO

O CIDADÃO, O SÚDITO E SEUS ORIFÍCIOS

COELHOS NA PISCINA