ANTES DO DISPARO FINAL!!!!!!

Foi uma decisão certamente muito difícil, mas a ONU finalmente tomou sua posição junto ao conflíto líbio!
O Brasil, que há muito "sonha" em fazer parte mais integrante do grupo, e de forma permanente preferíu a "comodidade" conveniente de se "abster".
Sei que é uma decisão difícil, e concordo que é preciso ser rápido. Quando se age dessa forma, exístem possibilidades monstruosas de se cometer erros´, é óbvio, mas é preciso tomar uma decisão.

Politica externa, deve ser uma das tarefas mais complicadas para qualquer país. Envolve todo um processo que passa pelas mais diversificadas culturas, e costumes.  É preciso levar em conta diversos fatôres, mas o principal deles sería o de não se pôr à margem.  Venho "votando nulo" nas diversas eleições aqui no Brasil, mas é a única forma que encontrei de PROTESTAR contra o voto obrigatório. Mas não deixei de votar pelo desarmamento no plebiscito.
Existem momentos em que se deve tomar uma posição...contra, ou a favor!  JAMAIS ficar estancado aguardando que outros decidam tomar ou não uma atitude. 
Todos sabemos o que irá acontecer com a população que se rebelou contra o ditador Kadaffi!  Embora esse senhor tenha acenado com a tal "anistía", sabemos muito bem que ele irá buscar até nas areias infernais cada um que se manifestou contra ele, e irá executá-los com requintes de crueldade.
Não há como evitar isso já que a Líbia é um país totalmente fechado, e ainda mais depois de um episódio desses.
Os EUA, estão certos em não serem os primeiros a iniciar as operações, já que a região, é bem conturbada nos assuntos antiamericanos. Além disso, já estão envolvidos em duas guerras difíceis.
Assim que esse ditador líbio desaparecer, com certeza os muçulmanos irão repôr um governo antiamericano, porém, e se for o caso, terá que ser sob uma grande ajuda da Organização das Nações Unidas que todos sabemos, é de grande influência americana. Taí um paradôxo interessante.

Só espero que ainda haja tempo, e mais ainda...Que as fôrças mercenárias debandem, e que os tais "fiéis" compreendam que massacrar civís não é considerado luta, mas assassinatos em massa!

Ah!  Mas os tais civís estão armados!!!! Sim, eles estão. O problema, é que não são treinados, não são preparados, e não são soldados!  SÃO CIVÍS

Existe uma diferênça "oceanográfica" entre um soldado, e um assassino!

...que isso fique bem claro!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TIJOLO ECOLÓGICO - PROBLEMAS COM UMIDADE NA CONFECÇÃO

O CIDADÃO, O SÚDITO E SEUS ORIFÍCIOS

COELHOS NA PISCINA