OVOS DE DRAGÃO

Interessante uma passagem que assisti há alguns anos num programa humorístico onde o sogro tentava ensinar o genro alguma coisa sobre finanças e economia. Segundo ele, "- inflação; é quando o dinheiro que está em seu bolso não vale nada; e recessão, é quando o dinheiro vale, mas ele não está no seu bolso.
É engraçado realmente!  Mas ao nos relembrarmos daqueles idos do final da década de 80 do século passado quando o dragão incendiava milhões de brasileiros com taxas até de 80 %  ao mês, a vontade de rir parece acabar.

Muitos jovens não sabem o que significa uma inflação descontrolada. Nem conhecem aquelas maquininhas de etiquetar preços no comércio.  Raramente as vemos em ação. Antes, eram verdadeiras metralhadoras.

Mas fazem parte de tristes lembranças de uma época de sufoco que ninguém quer mais que volte.  No entanto, o monstro parece ter deixado alguns ovos escondidos nas profundezas. Tal qual um grande lagarto que desaparece dando a impressão de extinção, mas que, bastando alguns descuidos aqui e ali, e pronto. O bicho volta com força total.  Diante de tamanha investida, qualquer medida de caráter emergencial que se tome, não faz efeito algum. Tal qual medicamentos para dores onde haja muita infecção de aspecto generalizado.
Não se pode brincar com esses pequenos filhotes que nascem aqui e ali. Devem ser exterminados antes de seus ovos eclodirem.  Mas parecem não dar a devida importância ao fato. Ficam brincando, jogando com medidas paliativas, sem direcionamento, sem uma análise mais profunda, sem um estudo meticuloso. Apenas atos de reações como quem atira para todos os lados sem fazer mira. Uma hora a munição acaba e o bicho vem.

Só para um jovem hoje ter alguma pequena idéia do que significa. Imagine você pagando tua faculdade aí uns 800 reais, e no mês seguinte a mensalidade ir para 1.440,00.  Embora existissem os famosos indexadores dos salários, esses nunca conseguiam acompanhar as labaredas que consumiam seus esforços monetários.  Mais outro mês e a prestação iria para uns 2.592,00, e aí????   Eu já fui milionário nessa época. Todos de alguma forma o foram.  Um simples pãosinho, depois de um tempo, poderia custar alguns milhares de reais. Depois, milhões...e por aí vai.

Por mais que você se proteja, ou aplicando o dinheiro, ou investindo rapidamente em mercadorias antes que   aumentem praticando assim as famosas estocagens da época, sempre irá sair perdendo muita coisa entre o que recebe até o momento de usar o valor.

Portanto, fiquem de olho!  Cobrem dos responsáveis e mais ainda dos irresponsáveis. Não deixem esses pequenos ovos eclodirem.

...porque depois que infestarem, será muito difícil e penoso caçá-los novamente.

...nem queiram saber!!!!


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TIJOLO ECOLÓGICO - PROBLEMAS COM UMIDADE NA CONFECÇÃO

COELHOS NA PISCINA

O CIDADÃO, O SÚDITO E SEUS ORIFÍCIOS