PARECE, MAS... É

Alguns devem se lembrar de uma antiga propaganda de um "anti-caspa" que acabou virando um bordão popular nos anos 70. Um  tal de "denorex" . -"Parece, mas não é"  dizia!
O que vemos hoje em dia nos meios governamentais é algo parecido, só que por outros sentidos.

O surrealismo de certas apresentações nos é enfiado pela goela numa sequência quase enlouquecedora. Fruto do descaso e da ignorância em grau avançado da grande maioria da população. Terreno fértil para se semear os arbustos daninhos do populismo.

O brasileiro sempre se contentou com pouco, pouquíssimo mesmo. Acostumado sempre a acreditar, a confiar, a ter fé, enfim, uma credulidade quase cretina ao ponto de se submeter respeitosamente a aqueles que deveriam sim, cobrar, não agradecer.

Existem diversas formas de se começar uma ditadura. Não aquela ditadura clássica com seus horrores dramáticos, mas aquela ditadura que castra com xilocaína!!! Do morcego que chupa o sangue enquanto abana as asinhas e usa a saliva como anestésico.

Há muito que as instituições criadas para uma democracia estão sendo ocupadas. A imprensa que não foi comprada ou "amestrada" é, no mínimo, perseguida ou demonizada.  O governo atual se tornou monopolista do bem-popular. Divergir, significa ser contra o povo.  O congresso se vende cada vez mais barato, as alianças pipocam ao sabor de tilintares de champagne nos obscuros recintos fora dos holofotes. Pizzas são servidas em torres todas as vezes que escândalos aparecem. O Poder Judiciário que; apesar de ter sido tentada sua infecção, como não produziu resultados esperados, passou a ser ridicularizado....com todo o respeito, é claro!  Agora, querem diminuir seu poder constitucional deixando casos mais difíceis para que o congresso decida.  O mesmo congresso que concede asilo a bandidos condenados sob forma de mandatos.

Com a desculpa de "democratizar" a imprensa, voltam a investir na regulamentação da mídia.  Um eufemismo de "controle de conteúdo" . Tudo com o aval do politicamente correto banhado em tempo por uma  excelente aprovação popular.  A pressa exige que tudo caminhe em flashes simultâneos, mal dando tempo para reações contrárias. Nem é necessário, já que com uma oposição aleijada, incompetente, e destituída de qualquer tipo de inteligência, só aguarda sua vez de também abocanhar parte do que sobrar do butim.

Tudo isso parece...mas é...com toda a certeza, o caminho que estão seguindo rumo á uma nova ditadura bolivariana.  Nos moldes dos países em que seguem sua admiração, como Cuba, Venezuela, Bolívia, Irã, Coréia do Norte.  No caso desse último, até que deram apoio mas quando viram a merda que ia dar, voltaram atrás e negaram covardemente.

Eu percebo isso nitidamente pelas respostas que me dão os militantes de ponta. Ou melhor, pelo que eles NÃO MAIS RESPONDEM!!!  Perderam completamente a argumentação e agora se alinham aos militontos repetitivos.  Não os culpo, afinal, defender o indefensável está se tornando uma tarefa não só dificílima, mas de confissão patética.

Não brigo aqui com partido A ou partido B, nem tomo qualquer lado como meu.   Também acho o excesso de partidos nesse pais um absurdo, embora a forma como estão tentando acabar com isso e o TEMPO em que estão fazendo isso, não deixa dúvidas sobre as reais intenções que são diminuir os riscos de perder sua perpetuação no poder.

Estão usando a máquina para destruir a própria máquina.  Estão usando a democracia para destruir a própria democracia.  E assim como fizeram no passado as antigas ditaduras...

...estão usando o povo para destruir o próprio povo...

A mulher de Cezar "parece" ser honesta... a "amante"  parece não ser...

...se algum dia aparecer...


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TIJOLO ECOLÓGICO - PROBLEMAS COM UMIDADE NA CONFECÇÃO

COELHOS NA PISCINA

O CIDADÃO, O SÚDITO E SEUS ORIFÍCIOS