TALVEZ UM SUSSURRO EM MEIO AOS GRITOS


Essa é a impressão que tive ao assistir algumas entrevístas da Marina Silva pré-candidata à presidencia pelo PV.
Realmente me parece ser uma pessoa dígna de se ao menos prestar atenção!
Em meio aos gritos, berros, e insultos de ambos os lados da luta principal pelo poder do executívo nacional, essa senhora "miúda", de aparência simples, e de sorríso sincero, demonstra inclusive no seu olhar, uma serenidade absurda!
Longe da prepotência dos outros dois candidatos, que mais parecem prontos a se esbofetear um ao outro, mesmo que usando para isso, a mídia, ou os militantes, e buscando a qualquer custo, alianças seja com quem for, desde que lhes dê oportunidades maiores de demonstrar quem realmente NÃO SÃO,e o que NÃO irão fazer.
Continuo com o pensamento de que Lula não quer vencer essa eleição. No entanto, sería interessante que alguém melhor do que o Serra fosse vencedor.
Muitos (eu inclusive) tem receios das "radicalidades" que possam ser cometídas, ou apresentadas pela Marina como propostas de governo.
Com certeza poderá ela misturar suas crênças, com suas ideologías, o que não é saudável para um governo.
Mas a questão é... Sería isso um retrocesso? Será que não precisamos mesmo olhar as questões um pouco mais pelo ponto de vísta do planeta?
Por mim, poderíamos "lacrar" esses poços do pré-sal, e deixá-los lá como um produto de futuro em caso de extrema emergência. Investiríamos mais pesadamente no "etanol". Esse sim, um combustível indiscutivelmente melhor, e que o Brasil tem chances de ser auto-suficiente, além de exportador.
Então, pra que tirar aquela "merda negra" do fundo do mar, e da terra?
Já não bastam tantos estragos feitos pelo que já se sai do mundo inteiro? Pelos verdadeiros desastres naturais provocados pelos mesmos? Além das guerras, das políticas repressoras, das discórdias recentemente provocadas dentro de nosso próprio país?
É certo que tudo ao nosso redor gira em torno desse "mal necessário", mas estou falando naquela quantidade que gera combustível. Aquela que sera irremediavelmente queimada!
Outros produtos de orígem no petróleo, e que não são queimados, e portanto não poluem de imediato, podem ser conseguidos através de nossas reservas já exploradas.
A madeira quando não queimada, também não produz resíduos, e nem lança carbono na atmosfera.
No meio de tantas brigas, de tantas discussões sobre melhorías na qualidade de vida dos mais pobres, nas distribuições mais justas, nas concepções de estratégias mais igualitárias, essa morena simples, parece gradativamente ganhar a simpatía de um grupo cada vez maior.
Sendo assim, ao contrario daquela que disse que o "meio ambiente" atrapalha o desenvolvimento sustentável, ou o que disse para "não beijarmos os "porquinhos" pra não pegar gripe, parece realmente ter um "diálogo mais franco" do tipo "ôlho no ôlho" com quem à interpéla!
Além daquele sorriso realmente cativante, de simplicidade, e ternura.

Não é uma questão de ser catastrófico, mas a situação em que se encontra o nosso planeta, merece um pouquinho mais de atenção.
Acho que se os dois candidatos que disputam na frente entre tapas sinceros, e beijos falsos, ao invés de buscarem alianças esdrúxulas, maquiavélicas, mesquinhas, e desonestas, fizessem como essa senhora, que apenas busca alianças com a natureza, talvez pudessemos ter mais esperanças.
Assim como muitos brasileiros, estou cansado dessa briga toda. Tanto que já decidí nem mais votar. Porém, não deixo nunca de exprimir o que vejo, sinto, ou penso a respeito de alguma coisa. Mesmo não tendo conhecimento disso.
Fico apenas ouvindo entre gritos e berros de impropérios, um "sussurro" suave, e distante. Um sussurro das matas...Um sussurro da vida que tenta reagir...Um sussurro que busca apenas ser ouvido, nem que seja uma única vez...!

...mesmo que seja a última!

Comentários

  1. Não, Robson, a Marina é uma idealista, e geralmente os planos de idealistas assim são inaplicáveis no mundo real. Ia ser uma aventura perigosa, a essa altura do campeonato, elegê-la. Mas o que mais me preocupa nela é a religião. Ela se deixa governar pela religião, portanto, colocaria todo um país nas mãos de uma crença que, definitivamente, não evoluiu com a passagem dos tempos. Pra mim, isso multiplica em mil, pelo menos, o perigo que ela representa ao país nessa fase. Acredito sim na sua honestidade, no seu caráter, na sua competência, mas ideias e boa vontade não movem um país, é preciso ser também prático e frio em certos momentos, é preciso fazer escolhas difíceis e aceitar os desafios em nome de algo maior. Marina é uma sonhadora cheia de incríveis intenções, mas que ainda não sabe como aplicá-las, pois se soubesse, já teríamos visto algo mais palpável da parte dela. Ah! E ao criticar as alianças feitas pelos outros, lembre-se da transição que a Marina fez do PT, que ajudou a fundar, para o PV, partido no qual ela nunca demonstrou acreditar. Também foi um jogo de interesses, e ela não pensou duas vezes em praticá-lo. Estão todos no mesmo patamar ainda, infelizmente.
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  2. Oi Alíz! Já estava preocupado com teu sumíço!
    Concordo contigo, mas dentre as opções, e o atual estado das coisas "naturais", talvez fosse uma boa.
    Também não concordo com esse lado "religioso" dela, mas acho que como presidente, não deixaríam ela fazer tudo, assim como não deixam atualmente.
    Afinal, ainda temos 3 poderes não é mesmo?
    Quanto ao fato de serem todos iguais, é o que eu sempre digo. É político? ...então não presta!

    E como diz o nosso amigo..."e pronto, e acabou".

    Beijos minha linda. E vê se não desaparece.

    ResponderExcluir
  3. Robson, devo realmente alinhar-me no pensamento de Aliz, pois já li bastante a respeito da vida dela até por críticos totalmente imparciais e confiaveis.
    Algumas virtudes não são suficientes para formar um verdadeiro estadista.
    Imagina aquele tal de Buarque que queria incrementar a educação, seria ótimo para o pais.
    Só que o público não sintiu força de estadista na pessoa dele.
    Assim como a da Marina, que continua com os seus 8% do eleitorado, por algum motivo é.
    Mesmo que respeito o teu ponto de vista e as tuas intenções.
    Abraço

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

TIJOLO ECOLÓGICO - PROBLEMAS COM UMIDADE NA CONFECÇÃO

O CIDADÃO, O SÚDITO E SEUS ORIFÍCIOS

COELHOS NA PISCINA