SUPOSITÓRIOS SABOR TUTTI L'ASQUES

Acordo na manhã deste sábado com uma notícia desagradável, mais uma entre tantas nesses dias. Sei que obviamente nasceram crianças no Brasil, sei também que alguém deve ter ajudado deficientes e velhinhas a atravessarem as ruas, ou alguém ganhou 150 milhões na mega-sena, enfim, como o Sr Lula disse; - O Brasil também tem boas notícias.  Mas essa história do Sr Guido Mântega sinalizar ou ; "não descartar" a possibilidade de AUMENTO DE IMPOSTOS para limpar a sujeira que essa gente tem feito com o trato do suado dinheiro do brasileiro, é que me desconcertou.

Ainda me lembro do auê que causou aquela velha CPMF que à época surgiu como provisória e que depois ficou como mais um lastro pesado adicionado e não substituído na já pesada carga que temos que suportar.
Lembro do escarcéu que os petistas fizeram para não aprová-la e nesse ponto eu estava a favor. Só que com o passar do tempo eles, como governo também desfrutaram dessa arrecadação e TAMBÉM não investiram esses recursos originalmente para salvar a saúde pública. Quando resolveram eliminar esse imposto os petistas também gritaram, só que dessa vez, para não perder essa preciosa fonte. Acusaram a oposição de tudo, mas convenientemente se esquecendo de que tiveram oportunidades de aplicar e não aplicaram como todos os outros onde deveriam. Só queriam mesmo era meter a mão na grana.

Agora, quando o país já não tem mais tantas benesses das commodities que não estão lá essas coisas, e que a China interrompe seu crescimento enquanto os EUA se recuperam como já era esperado em países sérios levando consigo boa parte da Europa, nosso governo quer mais dinheiro. Tenho a impressão de que a maquiagem está acabando. Que não vai dar mais para manter as "boas aparências" apenas com discursos inflamados disfarçados num humanismo capenga.  Agora que estamos sentindo o peso de todo o descompasso adquirido em anos de incompetência e criminalidades governamentais.  Agora que gastamos assim como muitos brasileiros tudo o que não podia lá fora mais do que aqui dentro. Eles vem com esses estudos rocambolescos e falas macias em tons sempre muito bonzinhos.

Parece que já começa a rarear recursos para "a causa" e as ideologias não se comportaram muito bem diante das realidades assombrosas de um país que vinha já dando seus passos naturais de desenvolvimento.

Mas a pressa, o desespero, o assombroso e tenebroso desejo incontrolável de produzir mais - "nunca antes na história desse país" - fez com que enfiassem os pés-nas-jacas diuturnamente até afundarem de vez como quem se estrebucha em areia movediça.  Coletaram, angariaram, ou "produziram" de alguma forma, verbas para aliviar os comparsas presos.  Talvez encontrem uma forma também de "produzir" alguns corajosos que possam substituir os presos cumprindo assim as suas respectivas penas.  Nunca se sabe.

Mas voltando aos impostos, se é que irão ter essa coragem em ano eleitoral, não há nem o que dizer. Não existe circunstância ou argumento que possa sequer sustentar essa descabível possibilidade. Basta simplesmente olhar, conferir, averiguar, constatar a nossa já gordurosa carga tributária e comparar ao seu retorno. De preferencia por aqui.  Não adianta vir mostrando as obras feitas ou a fazer em Cuba, Uruguay, ou países africanos.

O Brasil foi e está constantemente sendo saqueado por hordas de respeitáveis bandidos. Alguns são capturados quando de descuidos despropositais. Já outros seguem impunes e a cada dia mais incentivados a merecer o que a dita cuja ganhou atrás da horta.

Embora nossa população sempre tenha ganhado esse presente durante os últimos 512 anos, nos últimos 12 só fizeram propaganda e mais propaganda de terem usado lubrificantes mais anestésicos enquanto aumentavam o comprimento e o diâmetro além da rugosidade mais encrespada.

Saltitam em felicidade proclamando a beleza do tal "supositório" agora, embora tenha aumentado em muito suas dimensões e encrespado sua superfície, proclamam alegremente que mexeram e melhoraram os "sabores"....limão, alho e pimenta-mexicana!!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TIJOLO ECOLÓGICO - PROBLEMAS COM UMIDADE NA CONFECÇÃO

COELHOS NA PISCINA

O CIDADÃO, O SÚDITO E SEUS ORIFÍCIOS