NO MEIO DA FESTA NEM TODOS ESTÃO BÊBADOS

Acredito que nunca tenha vísto tantos escândalos se multiplicando como fócos de incêndios na mata, como estamos presenciando nesse momento.
É certo que a imprensa não se anima muito em dirigir seus holofotes para todos os hemisférios causando dessa forma a intensa sensação de que o problema é estritamente unilateral. Não...não é!

A oposição também comete seus adultérios, suas preguíças, suas inoperâncias, enfim, busca se sustentar à partir de colunas derrubadas dos palácios alheios.

Pela segunda vez na história desse governo atual, ou melhor...pela terceira vez, o grande pilar de sustentação maior, é abalado, e vai ao chão!
José Dirceu, Ereníce Guerra, e agora Antonio Palócci demonstram a enorme fragilidade dessa cadeira tão importante para o executivo.
Um executivo que, até que se prove o contrário, absorve a nefasta impressão de ser um governo "tampão". Sem poder desfrutar de uma autonomía. Tudo passa a ser decidido, ou negociado na melhor das hipóteses com o antecessor do trono. Aquele que apoiado em sustentáculos à duras penas conseguido pelos governos anteriores, não criou nada, apenas manteve o rumo, concordando explícitamente dessa forma, com tudo aquilo que dizía discordar anteriormente.

Assumiu descaradamente essa questão pelo sucesso obtído como o único que teve essa decência, o único que a aplicou, e o único que a possa ter criado. Criador e criatura assim se fundem em menosprezo por aqueles que também participaram da criação diante da enorme banda que imprime o conserto da vitória exclusíva. Já nem usam mais confetes. Preferem dinheiro...preferem notas de alto valôr.  É festa!!!  Ninguém vai perceber...ninguém vai escutar...ninguém vai sequer lembrar...

Mas existem aqueles que ainda lembram. Esses, são difamados, desqualificados, afastados, e quando alcançam alguma nota mais alta que a que a banda toca, são silenciados com argumentos completamente despropositados.

Muitos países sul-americanos estão subindo o nível graças em boa parte à crise internacional que elevou os preços das tais commodities que tanto produzimos. Mas não importa qual seja a razão da visível melhora, todos sempre irão dizer que foram graças a eles e não a um fator positivo interno.
A oposição se cala por não poder contestar aquilo que eles próprios iniciaram, então, preferem emudecer e esconder o máximo possível os seus podres!
A situação passa a se desviar de todas as balas possíveis...mas...quem estaría atirando então?

A resposta é ...A imprensa!!!!

Fomenta o conhecimento do cidadão através principalmente da internet onde ele (o cidadão) pode expôr sua opinião a respeito!

Dessa forma, os pilares continuarão tombando, e dessa forma irão expondo aos patrícios, tudo aquilo de podre que existe dentro do Phartenon dedicado aos deuses da política nacional.

Quando no meio animal, uma espécie deixa de ter predadores naturais, as consequências são catastróficas.
Quando não existe mais oposição na política, alguém certamente tem a obrigação de assumir esse papel.
Faz parte do jogo, faz parte da democracía, faz parte da vida!

Ou isso, ou o tal silêncio das ditaduras que muitos critícam em público, mas que trabalham ávidamente para reinstaurar nem que seja devagar e aos poucos!

...com outros nomes, com outras fantasías...com outros dentes!!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TIJOLO ECOLÓGICO - PROBLEMAS COM UMIDADE NA CONFECÇÃO

COELHOS NA PISCINA

O CIDADÃO, O SÚDITO E SEUS ORIFÍCIOS